terça-feira, 13 de dezembro de 2016

☜♡☞...A NUDEZ...☜♡☞


Há, no corpo nu, um quê de imensa fragilidade.

Como se a nudez realçasse a insegurança do ser humano.
Como se as roupas lhe pudessem servir de defesa contra o mundo.

E, ao mesmo tempo, uma impressão de força e poder.

Como se, ao desnudar-se, o homem se aceitasse como é;
assumisse a sua beleza e as suas imperfeições.
Há algo de libertador na nudez.

Como se, ao despir as roupas,
desnudássemos também a nossa alma e
retirássemos a máscara que usamos todos os dias.
Como se nos tornássemos incapazes de mentir.

Como se rejeitássemos as imposições da sociedade;
como se despíssemos preconceitos e inibições,
voltando ao tempo em que nus e
livres corríamos pelos campos.

Pois, ao desnudar-se,
o homem afasta de si o fantasma da rejeição;
triunfa sobre o medo de exibir-se tal como é.
E o que é a liberdade, senão a ausência do medo?

Há algo de belo na nudez.

Ninguém existe,
que não tenha os seus próprios atrativos.
E, às vezes,
aquilo que julgamos feio em nosso corpo
pode ser de uma beleza insuspeitada,
para alguém que nos queira.

Pois todo corpo tem os seus encantos;
um mamilo róseo, a curvatura suave de uma coxa,
a alcova convidativa dos seios,
a sombra dos músculos sob a pele fresca e macia.

Porque é em nós, que vive a beleza;
não na simetria das formas, não em nossos olhos,
mas em nossa essência.
E por isto,
aquele que ama encontra a beleza no ser amado.

Há algo de profano na nudez.

Que aguça os nossos sentidos e faz viajar a nossa imaginação,
Que nos predispõe ao sexo e ao prazer;
que nos leva a desejar sensações intensas,
carícias proibidas.
Há algo de sagrado na nudez.

Algo indefinido; uma aragem de sensualidade e pureza,
uma sensação de liberdade com o vento que corre na pele,
o abandono de compromissos e tabus,
a plenitude de ser.

Algo que nos remete à centelha divina que existe em cada um de nós.
Que tem a essência dos campos e da mata virgem,
do regato manso e cristalino e do oceano encapelado.

Há algo de inquietante na nudez.

Que nos leva ao nosso verdadeiro Eu.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

Um comentário:

  1. ANJO BOA NOITE
    JÁ TEM ALGUM TEMPO QUE NÃO DEIXO UM RECADINHO AQUI PARA TI.
    QUE MARAVILHOSO TEXTO DE HOJE, QUE FALA TÃO DELICADAMENTE E DE UMA MANEIRA TÃO VERDADEIRA SOBRE A NUDEZ.
    AO ESTARMOS NUS, NOS DESPIMOS E DEIXAMOS NOSSA ALMA EXPOSTA A TUDO E A TODOS, ISSO SE CHAMA CORAGEM.
    PARABÉNS PELA ESCOLHA DO TEMA.
    A MÚSICA DO VÍDEO É LINDA.
    BEIJO

    ResponderExcluir