sábado, 10 de setembro de 2016

☜♡☞..."A ESCOLHA E O CAMINHO"...☜♡☞



Sempre podeis escolher os vossos caminhos.

Assim eu vos tenho dito.
E, por isto, não vos cabe lamentar os lugares a que vos levam.
Pois, se vos é dado escolher as sementes que plantais,
como podereis reclamar dos frutos que colheis?

Tende presente esta verdade.
E sabei que, a qualquer momento,
podeis alterar os vossos rumos;
é da vossa vontade que depende mudar o vosso presente e,
assim, também o vosso futuro.
Decerto, não podeis controlar os eventos que vos traz a vida;
entretanto, depende de vós a forma como a eles reagireis.
E, acreditai-me, é esta que fará toda
a diferença em vosso amanhã.

Pois ao homem que se vê diante de um abismo,
cabe a escolha entre construir uma ponte ou
desistir da travessia.
E quem sabe aonde o levarão os novos caminhos
que vier a escolher?
Todos os dias, vos deparais com novas esquinas;
e devereis dobrá-las,
embora não vos seja dado saber o que vos aguarda.
Mas nada vos obriga a seguir por um caminho
que vos desagrada.

Pois não é sensato aquele que oculta as suas lágrimas
por trás de um falso sorriso;
ou que insiste em seguir em frente,
quando lhe doem os pés e seus olhos não veem
senão pedras adiante.
Não existe vergonha em abandonar a rota que
decerto vos levaria ao naufrágio;
nem em reconhecer um erro cometido.
Melhor reconhecê-lo hoje,
que amargar mais um dia de sofrimento.

E, se assim é, por que vos deitaríeis em espinhos,
quando podeis buscar um novo leito?
Por que insistir em subir a escarpada montanha,
quando o prado macio pode estar à vossa espera?
Afastai de vós a dependência das opiniões alheias;
sois os juízes de vossos caminhos.
Pois, eu vos tenho dito,
ninguém senão vós chorará as vossas lágrimas,
nem sorrirá os vossos sorrisos.

Afastai de vós o insensato temor às mudanças.
Melhor é enfrentar um novo dia desconhecido,
do que aguardá-lo já com a certeza de
que nele continuarão os mesmos padecimentos.
Afastai de vós o comodismo,
que muitas vezes vos acorrenta à rotina e
pinta com cores sombrias os novos caminhos que
surgem à vossa frente;
o pássaro que não voa atrofia as suas asas.

Não vos negueis a uma nova jornada,
porque vos assustam os perigos do caminho.
Lembrai-vos que é preciso viajar pelo deserto inclemente,
para desfrutar do oásis acolhedor.
A eternidade vos pertence,
o tempo é o vosso maior patrimônio.
Não deveis, pois, enjeitar as oportunidades
de conhecer novos caminhos,
quando não vos agrada o local onde estais.

Afinal, sempre podeis mudar os vossos caminhos.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

Nenhum comentário:

Postar um comentário