terça-feira, 31 de maio de 2016

☜♡☞"CANTO DO AMOR REAL"☜♡☞


Posso ter-me perdido nos teus olhos.

Mas de que importa isto,
se é certo que me encontrei nos teus braços?
Pode a mariposa reclamar da luz que a atrai,
se o seu calor lhe sustenta a vida?

E é certo que ninguém se encontra completamente,
até que se perca em outro alguém.
Assim como o afluente não se completa,
até despejar-se em outro rio.

Sim, brigamos.

Mas acaso teria o mar,
sem as borrascas e as calmarias,
o mesmo encanto e sedução?
Ou o deserto o mesmo mistério,
sem o vento turbilhonante que faz voar as suas areias?

O que seria da vida,
sem a atração da luta e a alegria da vitória?

O que seria da felicidade e da tristeza,
sem a plenitude e as dúvidas do amor?

Sim, amamos.

Às vezes, com a intensidade de apaixonados;
em outras, com o afeto de irmãos.

E não é esse, acaso, o verdadeiro amor?

Pois o que seria da terra,
se o calor do sol não fosse amainado pelo frescor da noite?
E o que seria de nós,
se a amizade não se alternasse à paixão?

Sim, sentimos saudades.

Mas apenas para que possamos
desfrutar da felicidade do reencontro.

Pois, sem a tortura da sede,
não seria a água a mesma maravilha.

E, sem a mágoa do pranto,
não seria tão doce a alegria do sorriso.

Sim, vivemos.

E talvez não como queríamos,
pois não se pode ter tudo que se quer;
afinal,
não é neste mundo a moradia da felicidade.

Mas de que isto nos importa,
se temos um ao outro?
Acaso a abelha, ao sugar o néctar da flor,
reclama a falta de um jardim?

Ou o marinheiro que chega a
um porto haverá de queixar-se,
porque nem todos lhe pertencem?

Sim, envelhecemos.

Devagar, mansamente.
Porque não chegamos a sentir a passagem do tempo,
enquanto a juventude está em nossos corações.

Assim como não sentimos a passagem da brisa,
enquanto nos aquece o sol.
Ou o transcorrer do tempo, enquanto somos felizes.

Sim, choramos.

Pois, quando as lágrimas não brotam dos olhos,
a seca está no coração.
E o coração que ama é como uma terra fértil,
aberta às sementes da alegria e da tristeza.

Porém como aprenderíamos a sorrir,
sem aprendermos a chorar?

E, sem chorar e sem sorrir,
como aprenderíamos a viver?

Posso ter-me perdido nos teus olhos.

Mas graças a Deus, te encontrei.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞


segunda-feira, 30 de maio de 2016

☜♡☞"A PRECE DO SILÊNCIO"☜♡☞



Pai, que hoje eu possa saber fazer silêncio!
Que os maus pensamentos se calem
e que os meus ouvidos sejam surdos
para más palavras e maledicências.

Que os meus olhos possam
apenas enxergar o Bem
em todas as coisas
por pior que elas pareçam.

Que o meu ego se emudeça
e se afaste de julgamentos e condenações.

Que a minha alma se expanda
e tenha compaixão por todos os seres vivos.

Que em meu silêncio
eu veja que há tempo para fazer preces
pelos que já se foram.

Que eu consiga perceber
cada recado Teu através das Tuas criações.

Que eu compreenda que a Tua voz
é a única que me sopra a Verdade
nas 24 horas dos meus dias.

Que eu ouça em cada minúsculo ser
a grandeza da Tua obra.

Que eu perceba nessa Grandeza
o quanto és desprovido de orgulho.
Pai, que hoje eu possa saber fazer silêncio!

Que eu saiba calar na hora exata
e nessa hora lembrar-me
de observar que na música da Vida
só prevalece a Tua arte...

...e que em meio a qualquer som
Tu sempre soarás mais alto
e jamais hás de calar-Te.

__Silvia Schmidt__
no Livro: "Preces sem Pressa"

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞
Pai,
hoje quero te agradecer por todas as dificuldades
em que passei na minha vida,
elas me ajudaram a crescer e
entender um pouco mais o Teu Objetivo.
Sei que não sou perfeita e nem dona da verdade,
por isso ainda estou sendo construída, pouco a pouco,
dia após dia, encarnação após encarnação.
Como uma roda da vida que gira incessantemente.
Sou como uma construção,
tenho a minha essência que é meu alicerce,
e as paredes estão sendo construída, tijolo a tijolo.
Obrigada por todas alegrias e aventuranças.
Obrigada principalmente por todas as lágrimas,
são elas que se misturam ao cimento
para assentar os tijolos das paredes da minha vida!!!
Marcia P. Montagner - Ninna Angel
☜♡☞...☜♡☞

domingo, 29 de maio de 2016

☜♡☞"A GRANDEZA DO MAR"☜♡☞


Você sabe por que o mar é tão grande?

Tão imenso? Tão poderoso?

É porque teve a humildade de colocar-se alguns centímetros
abaixo de todos os rios.

Sabendo receber, tornou-se grande.

Se quisesse ser o primeiro, centímetros acima de todos os rios,
não seria mar, mas sim uma ilha.

Toda sua água iria para os outros e estaria isolado.

A perda faz parte.

A queda faz parte.

A morte faz parte.

É impossível vivermos satisfatoriamente.

Precisamos aprender a perder, a cair, a errar e a morrer.

Impossível ganhar sem saber perder.

Impossível andar sem saber cair.

Impossível acertar sem saber errar.

Impossível viver sem saber viver.

Se aprenderes a perder, a cair, a errar, ninguém mais o controlará.

Porque o máximo que poderá acontecer a você é cair, errar e perder.

E isto você já sabe.


Bem aventurado aquele que já consegue receber com a mesma naturalidade
o ganho e a perda, o acerto e o erro, o triunfo e a queda, a vida e a morte.


__Paulo Roberto Gaefke__

☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 28 de maio de 2016

☜♡☞...A VIDA ENSINA...☜♡☞



Se você pensa que sabe;
que a vida lhe mostre o quanto não sabe.
Se você é muito simpático mas leva
meia hora para concluir seu pensamento;
que a vida lhe ensine que
explica melhor o seu problema,
aquele que começa pelo fim.

Se você faz exames demais;
que a vida lhe ensine que doença
é como esposa ciumenta:
se procurar demais, acaba achando.
Se você pensa que os outros
é que sempre são isso ou aquilo;
que a vida lhe ensine a olhar
mais para você mesmo.

Se você pensa que viver é horizontal,
unitário, definido, monobloco;
que a vida lhe ensine a aceitar o conflito
como condição lúdica da existência.
Tanto mais lúdica quanto mais complexa.
Tanto mais complexa quanto mais consciente.
Tanto mais consciente quanto mais difícil.
Tanto mais difícil quanto mais grandiosa.

Se você pensa que disponibilidade
com paz não é felicidade;
que a vida lhe ensine a aproveitar
os raros momentos em que ela (a paz) surge.
Que a vida ensine a cada menino
a seguir o cristal que leva dentro,
sua bússola existencial não revelada,
sua percepção não verbalizável das coisas,
sua capacidade de prosseguir com o
que lhe é peculiar e próprio,
por mais que pareçam úteis e
eficazes as coisas que a ele,
no fundo, não soam como tais,
embora façam aparente sentido e se
apresentem tão sedutoras quanto enganosas.

Que a vida nos ensine, a todos,
a nunca dizer as verdades na hora da raiva.
Que desta aproveitemos apenas a forma
direta e lúcida pela qual as verdades
se nos revelam por seu intermédio;
mas para dizê-las depois.
Que a vida ensine que tão ou mais difícil
do que ter razão, é saber tê-la.

Que aquele garoto que não come, coma.
Que aquele que mata, não mate.
Que aquela timidez do pobre passe.
Que a moça esforçada se forme.
Que o jovem jovie.
Que o velho velhe.
Que a moça moce.
Que a luz luza.
Que a paz paze.
Que o som soe.
Que a mãe manhe.
Que o pai paie.
Que o sol sole.
Que o filho filhe.
Que a árvore arvore.
Que o ninho aninhe.
Que o mar mare.
Que a cor core.
Que o abraço abrace.
Que o perdão perdoe.
Que tudo vire verbo e verbe.
Verde. Como a esperança.
Pois, do jeito que o mundo vai,
dá vontade de apagar e
começar tudo de novo.
A vida é substantiva,
nós é que somos adjetivos.

__ARTHUR DA TÁVOLA__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞
" A VIDA ENSINA E O AMOR CURA"
☜♡☞...☜♡☞

sexta-feira, 27 de maio de 2016

☜♡☞VOSSAS INQUIETAÇÕES☜♡☞


Por que tanto vos inquietais?

Desconheceis, acaso,
que só ao amadurecer chega o fruto à plenitude do seu sabor?
E que apenas ao abrir-se o botão,
a rosa lança aos ares o seu delicado perfume?
O diamante resplandecente,
onde a luz assume as mil faces da beleza,
foi antes o feio carvão;
a pressão do solo e o tempo
criaram o brilho que encanta os vossos olhos.

Eu vos tenho dito que não vos é dado escolher
os ventos que impulsionarão o vosso barco,
durante a viagem pelo oceano da vida.
Podeis, apenas, posicionar as vossas velas.

É assim que é.
E não existe sabedoria em revoltar-se
contra os ventos do destino,
nem em aceitá-los passivamente;
é preciso controlar as velas,
para que a viagem possa seguir.

Esta é a diferença entre o barqueiro sensato
e o que se desespera ante o vendaval inesperado;
o primeiro chega à segurança do porto
e o outro vê afundar o seu barco.

Eis que o verdadeiro Eu se assemelha ao oceano:
nele se alternam ondas mansas,
que beijam docemente a praia,
e violentos vagalhões,
que vos fazem perder o rumo.

Não vos inquieteis, portanto;
buscai, antes, construir a paz,
em vosso coração e em vossa alma.
Porque a inquietação vos cega,
e a paz vos ajuda a encontrar o melhor caminho.

De cada homem, depende a sua paz interior.

E, assim como a pérola não é gerada pela ostra
senão quando a incomoda o corpo estranho,
também o melhor de vós surge apenas
quando vos fustiga o imprevisível destino.

Pois não existe o mérito da vitória,
senão quando existiu a inquietude da luta;
nem haverá conquista,
quando não houve dificuldades a serem vencidas.
É no fogo que se forja o aço.

É através do aprendizado,
que atingireis o Conhecimento.
E não o espereis isento de dores,
lutas e preocupações;
porque o trigo deve ser moído e ir ao forno,
para que haja o pão.

Aquietai-vos, portanto.
Fazei o melhor que vos for possível,
para que esteja em paz a vossa consciência,
e entregai ao Tempo os vossos problemas.
Ele se encarregará de resolvê-los.

Como ensinou o Mestre,
deveis seguir o exemplo dos lírios do campo,
que não fiam e nem tecem; e, no entanto,
nem Salomão em toda sua glória se vestiu como um deles.

Cuidai, sim, de fazer a vossa parte.
E não vos inquieteis com as dificuldades
que surgirem em vossos caminhos;
sejam quais forem,
por certo sereis capazes de ultrapassá-las.

Porque vos conduz a Mão do Universo.

__HASSAN__
☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 26 de maio de 2016

☜♡☞..."O LIVRO DE NOSSAS VIDAS"...☜♡☞



Em todos os dias,
escreveis a história de vossas vidas.

E, por certo,
não poderão todas as páginas falar de amor e alegrias;
algumas haverá em que descrevereis
momentos de saudade e incerteza,
de tristeza e solidão.

Assim como na Natureza
o sol não pode brilhar em todas as horas,
nem a brisa acariciar sempre os vossos rostos;
tempestades desabarão,
e o vento forte haverá de soprar.

Não encontrareis, ao longo do vosso caminho,
apenas jardins encantados e pomares frutíferos.
Pedras vos impedirão a passagem
e o deserto vos fará arder os olhos.

Contudo, sempre existirão os jardins e os pomares.
E é na beleza das flores e no néctar das frutas,
que encontrareis a força para ultrapassar as pedras
e atravessar os desertos.

Cabe-vos, entretanto, economizar as vossas forças.
E armazenar, nas horas de bonança,
as provisões de que necessitareis para vencer
as privações que vos encontrarão.

Valorizai os vossos momentos felizes.
Guardai,
em vossa memória e em vosso coração,
os amores mais caros,
os sorrisos mais doces,
as vossas maiores realizações.

Pois estas são as lembranças que vos sustentarão,
quando o espectro do desânimo buscar tolher-vos os passos
e instalar em vossa alma as sombras da desesperança.

O eco dos vossos risos afastará os soluços do vosso pranto,
o brilho da vossa alegria vencerá a escuridão da tristeza,
a recordação da ternura trará de volta a esperança.

Sede como o viajante sensato,
que do sol inclemente se abriga sob a sombra protetora
e na água cristalina mitiga a sede que o devora;
é assim que vencereis as agruras da jornada.

Cuidai para que em cada página da vossa vida exista,
ao menos, a beleza de uma flor.
São as flores que plantais ao longo do caminho,
que enfeitarão o vosso amanhã.

Não desperdiceis, portanto,
as oportunidades que vos traga a vida.
Não economizeis uma palavra de amor,
um gesto de carinho,
o acalanto de um abraço.

Para que vos possais refugiar nas boas lembranças,
quando vos buscar a amargura.
Porque é assim que trareis de volta a esperança
e seguireis com alegria o vosso caminho.

Escrevendo o livro das vossas vidas.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞
...E assim caminham meus dias, ora feliz, ora triste,
ora introspectiva, ora comunicativa,
ora com sorrisos, ora com lágrimas.
ora decepcionada, ora confiante,
ora só em uma multidão, ora a multidão toda dentro de mim...
Não importa de que forma caminham meus dias,
há sempre um novo dia para escrever
uma página nova do meu livro da vida...
mas sempre tentando
a cada página colocar um ingrediente
...o AMOR!!!
Ninna Angel

quarta-feira, 25 de maio de 2016

☜♡☞..."PENSANDO QUE ME AMAS"...☜♡☞


Gosto de pensar que me amas.

Porque, ainda que assim não seja,
prefiro a ilusão cariciosa e doce,
à verdade cruel que cobriria de cinzas o meu mundo e
me levaria o alento e a maior razão para seguir vivendo.

Porque prefiro encantar-me com a beleza das estrelas,
ainda que não as possa tocar,
do que sentir-me opresso ante um céu escuro e opaco,
vazio como a minha vida sem ti.
Porque melhor é ouvir a melodia harmoniosa e distante
que o vento traz aos meus ouvidos,
do que suportar o peso insuportável de um silêncio
que reflete a tristeza da solidão.

Porque mais vale correr o risco de um desengano,
do que viver a segurança monótona de dias iguais,
sem o carinho e a paixão que só conhece
aquele que entrega o coração.
Porque o homem que sonha com um tesouro,
ainda que jamais o encontre,
é mais feliz do que o homem sem esperanças,
para quem a vida se resume ao passar do tempo.

Pouco me importa saber qual de nós dois
é o que mais ama e qual se deixa amar.
Pois a sombra não beneficia apenas a árvore,
mas também quem sob a copa se assenta.
A verdade é que sou feliz, porque existes.
E nada mais preciso do que olhar nos teus olhos,
beber do teu sorriso,
contemplar o teu corpo e sentir em mim
o amor que me inspiras.

A verdade é que te amo.
E o amor não mede a sua intensidade,
nem reclama retribuição;
basta-se a si mesmo e alimenta-se dos sonhos que
faz nascer na alma apaixonada.
A verdade é que te amo.
E esse amor, que me faz necessitar da tua presença,
é o mesmo que me levaria a deixar-te livre,
se acaso pressentisse que sem mim serias mais feliz.

Amar não é possuir.
Quem acorrenta a si os entes queridos,
não ama senão a si próprio;
pois só o egoísta prende na gaiola a ave que
livre o encantava com seu canto toda manhã.
Amar é conviver, é desfrutar,
é descobrir um mundo novo pelos olhos de outrem;
é atentar menos às palavras que à voz,
é colocar os desejos de alguém
antes dos próprios desejos.

Amar é sentir. É alternar as emoções,
entre o desejo e a ternura;
é colocar toda a alma em uma carícia,
é sentir que o tempo para e o mundo desaparece
nas sensações de um beijo.
Amar é viver com intensidade e esperança.
É doar-se,
e na própria doação
encontrar toda a recompensa que precisa;
mover-se em um espaço à parte,
com as suas próprias regras.

Gosto de pensar que me amas.
Porque não imagino a minha vida sem ti.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 24 de maio de 2016

☜♡☞...OS GESTOS TAMBÉM FALAM...☜♡☞



Quando as palavras calam, os gestos falam.

Vivemos às vezes situações em que as palavras parecem
desaparecer do nosso vocabulário.

Elas ficam todas emboladas no nosso estômago,
sobem até a garganta e não sabemos,
não temos ideia de como colocá-las para fora.

São muitas vezes quando nossos amigos mais precisam de nós.
E, justamente, é aí que encontramos essa barreira.
Não sabemos o que dizer,
não temos explicação aceitável para o sofrimento,
temos medo de falar algo que não devemos e nos quietamos.

Achamos com facilidade palavras repetidas e
gastas mesmo na maioria das vezes,
para expressar nossa alegria,
nosso desejo de felicidade ao outro e
não nos importamos se alguém já disse ou não.
Pegamos emprestadas essas frases corriqueiras e
fazemos delas nossa mensagem.
E nossos amigos recebem isso de coração aberto,
sorriso estampado,
porque eles fazem também uso disso.
É de praxe, é normal, é gentil, é nobre.
É milhões de vezes melhor que o esquecimento.

Nossa grande dificuldade é expressar em palavras de consolo
quando nós mesmos temos um coração moído pela dor
de ver o sofrimento do outro e
termos a consciência que não podemos fazer nada!

Vai passar, sabemos disso, pois todas as dores passam,
como passam as noites de lua e os dias de sol.
Nada é estável e constante.

E queríamos tanto encontrar as palavras exatas
que amenizasse o sofrimento,
que trouxesse consolo imediato,
que anestesiasse ou curasse de vez!
E lá, nesse exato instante,
as palavras morrem.

Mas eis um segredo que só os anjos conhecem:
os gestos falam!

Flores falam muito.
Um beijo fala.
Um afago fala de voz doce e suave.
Uma presença, mesmo calada, fala demais.
Um abraço fala muito alto.
Um olhar sincero diz tanto!
Uma mão que segura outra mão
fala como várias bocas e centenas de corações...

Quando as palavras se recusarem a sair de você,
fale com gestos.
O outro compreenderá.

Seja você o anjo calado que vai trazer um lenço e
vai ficar do lado para o outro se sentir menos sozinho.
Dar de si vale mais que todas as palavras do dicionário juntas.
E nesses instantes, Deus se cala também.
Ele se contenta, como nós,
de olhar com ternura e Ele sente prazer em nós.


__Letícia Thompson__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

segunda-feira, 23 de maio de 2016

☜♡☞...DO AMOR...☜♡☞



Muitos vos têm falado do Amor.

Tendes ouvido o poeta,
que fala do amor nos olhos de uma mulher;
e o sacerdote, que prega o amor a Deus;
e o construtor,
que descobre traços de amor em belas edificações.
E cada um deles diz apenas uma parte da verdade;
porque não fala sobre o Amor,
mas sobre as suas próprias concepções de amor.

Eu, entretanto, vos digo que o Amor é isso e muito mais:
- é o raio de sol, que acaricia o vosso rosto e não podeis reter;
- é o mais lindo dos vossos sonhos e a maior das vossas mentiras;
- é o pior dos vossos despertares e a maior das vossas verdades.

Pudesse eu ensinar-vos que o Amor é para ser vivido,
e não definido!
E pudesse, também, mostrar-vos o que fazeis do amor:
- vós o encarais como a um ser vivo,
e o dissecais para adorar o seu cadáver empalhado;
- procurais entendê-lo,
sem saber que nele nada há para se entender;
- e julgais que o amor é vosso direito e obrigação dos outros.

Como a felicidade e o sofrimento,
o Amor é um estado de espírito;
assim, não se pode pretender a sua duração cotidiana.
É quando vos preocupais com a duração do vosso amor,
que começais a destruí-lo;
é quando quereis obrigá-lo a sobreviver,
que lhe estais roubando o alento e causando a sua morte.

Que não vos preocupem as definições do Amor, nem a sua duração;
como não vos preocupa o que possa existir depois do universo,
pois o sabeis infinito.
Amai, pois o Amor vos reconduz a um Ser Maior,
que vos encontra no sofrimento ou na felicidade.

E aprendei que o vosso medo de sofrer
é o próprio sofrimento e vos impede de ser felizes.
Arrancai-o do vosso coração,
para que possais descobrir os vossos sofrimentos e
o vosso verdadeiro Eu.

Pois a ventura que vos desejo, como aos filhos mais queridos,
não é a bolsa repleta, nem a mente saturada de conhecimentos,
nem mesmo a saúde perfeita;
é que possais conhecer o amor e, mesmo sem entendê-lo,
o guardeis junto a vós, ainda que apenas por um dia e uma noite.

Porque então percebereis o brilho das estrelas e
sereis capazes de ouvir a canção do mar e
sentir o perfume das flores.
E o brilho, a canção e o perfume não
vos chegarão pelos órgãos do corpo,
mas através de vossas almas.

Assim, quando renascerdes no mundo maior,
tereis nos lábios um sorriso de confiança e
no coração uma prece de agradecimento.
E os anjos vos receberão entre eles.

E talvez vos seja dado ver a face de Deus.

__KHALILL GIBRAN__
Do livro:-
Na Trilha do Profeta

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

domingo, 22 de maio de 2016

☜♡☞...AS VOSSAS PEGADAS...☜♡☞



Viver é deixar pegadas nos caminhos do universo.

E, se é verdade que cada homem faz o seu próprio caminho,
é igualmente verdade que ninguém caminha só por todo o tempo.
Com outros caminhos, os vossos se irão cruzar.

Deveis estar conscientes, portanto,
que as vossas pegadas não deixarão marcas somente nos vossos caminhos,
mas se farão presentes em todos aqueles por onde passardes.

E, embora as águas do tempo possam apagar as vossas marcas,
certo é que, enquanto durarem,
elas farão diferença para aqueles cujos caminhos
se misturarem aos vossos.

Fazei os vossos passos mais leves,
quando andardes por estes caminhos cruzados.
Porque, se vos cabe o direito de decidir os vossos destinos,
não o podeis fazer quanto aos alheios.

Sois responsáveis pelos efeitos que provocais
naqueles que vos cercam,
como o vento faz girar as pás dos moinhos.
Cuidai, portanto, para ofertar-lhes os melhores grãos.

Cuidai para não serdes como os ventos da tempestade,
que não constroem mas deixam
um rastro de angústia e destruição.
Ou como a apática calmaria, que nada modifica.

Cuidai para não serdes como a erva daninha,
que sufoca as plantas mais fracas e indefesas.
Sede como o trigo que concede o pão,
ou como a rosa que espalha o seu perfume.

Sede a palavra que conforta, a mão que afaga,
o coração que acolhe. Sede o amparo generoso,
a confiança que incentiva, a verdade que liberta.
Cedei, sempre, o melhor de vós.

Porque a colheita mais farta não pertence ao avarento,
que economiza nas sementes e explora aqueles
que o ajudam a semear as terras,
preocupado apenas com os seus bens.

Não;
ela virá para aquele que escolhe as melhores sementes
e as espalha generosamente,
cantando enquanto trabalha,
porque a alegria de viver habita em seu coração.

E não é sensato o homem mesquinho e
egoísta que mantém baixa a chama da sua lâmpada e
ilumina apenas o próprio caminho,
pensando assim economizar o seu azeite.

Sábio é aquele que levanta o seu lume,
para clarear também o caminho de seus irmãos.
Porque, quando acabar o seu azeite,
aqueles que iluminou não o deixarão na escuridão.


Vigiai, sempre, os vossos atos e as vossas atitudes.
Embora vos cumpra seguir a vossa estrada,
por certo deixareis também as vossas pegadas
nos caminhos dos vossos irmãos.

Porque é juntos que caminhais, rumo ao Coração do Universo.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 21 de maio de 2016

☜♡☞...A SUA ALMA É UMA BORBOLETA...☜♡☞


Hoje no caminho de algum lugar avistei uma borboleta.
Leve e delicada, passeava de uma flor a outra,
misturando suas cores aos sabores de cada uma delas.
Li, não me lembro onde,
que elas vivem somente vinte e quatro horas.
Achei poético, uma poesia meio triste:
após nascer lagarto e se fechar em um casulo,
saem do mundo transformadas para viver sua nova fase
em apenas um dia.

Borboleta em grego é conhecida também como psiquê,
que significa alma.
Seria isso, então?
Uma grande transformação que colore a alma,
que eleva a calma,
que entrega asas para vivermos um dia de cada vez?
Como será a morte das borboletas?
Estariam voando plenamente,
e de repente puft,
já não sentem mais nada?

Como seria a morte da alma?
Tenho para mim que uma além sem vida é uma alma sem cor:
vagueia pelas ruas do mundo tão cinza quanto o asfalto,
sem reparar nas flores do chão que o vento derrubou.


Eu borboleto por aí.
Gosto de pensar em um dia de cada vez – afinal,
saberei eu qual será meu último?
Já que tenho um por vez,
quero que sejam cheios de cor.

Cheios de amor,
que reúne todas as cores do mundo em uma coisa só,
que nem ao menos é coisa, muito menos só.

Tive que ir,
deixei a pequena borboleta por aí.
Não sei por quantas horas do seu dia ela podia florir-se,
desejei apenas que fosse doce.
E sei que será
– tem o amargo das coisas quem não se perde em jardins.
Quem não se perde, aliás,
não se encontra ou não repara nos singelos tesouros da vida.


Ao invés de só ir, eu sorri:
feliz por ter sido parte daquelas
grandiosas vinte e quatro horas da pequena borboleta.
Segui por viver as minhas horas.
Quantas mais? Não sei.
Mas que sejam coloridas, não doloridas.
Veja só,
uma letra entre a cor e a dor é só
uma questão de detalhe.
Colorir. Rir. Ir.

V O E I

__da__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sexta-feira, 20 de maio de 2016

☜♡☞AS EMOÇÕES E A RAZÃO☜♡☞


Hoje, devo falar-vos sobre as emoções e a razão.

Como, aliás, muitas vezes tenho feito;
pois este assunto, que surgiu com a humanidade,
por certo não estará esgotado quando o mundo onde
hoje caminhais chegar ao seu final.

Tudo que podeis ver e tocar,
não resiste à passagem do tempo.
Entretanto os sentimentos,
dos quais muitas vezes desdenhais,
haverão de acompanhar-vos pela Eternidade.

A beleza se esvai com os anos;
mas o amor por ela inspirado não fenece na alma onde brotou.
As emoções de um momento podem persistir por anos,
em vossas lembranças.

Pois, se as sensações pertencem ao corpo e aos sentidos,
é no verdadeiro Eu que habitam os sentimentos e as emoções;
e este tem a sua morada na mansão do amanhã.

Por isto, não sois capazes de comandar os vossos sentimentos;
como não podeis controlar o vento e os relâmpagos.
Não é da vossa vontade, que dependem as vossas emoções.

As emoções são os ventos do destino,
inflando as velas que impulsionam
o vosso barco pelo oceano da Vida.
E não vos cabe escolher o seu momento ou
a sua intensidade.

Necessitais, portanto, da razão;
é ela que vos permite definir o vosso rumo e
evitar o naufrágio nos arrecifes do sofrimento,
onde decerto soçobraria o barco sem controle.

Não acalenteis a ilusão de que
podeis controlar os vossos sentimentos.
Mas tampouco renuncieis ao domínio da razão,
se pretendeis chegar um dia à segurança do porto.

Pois é entre as emoções e a razão,
que transcorre a vossa jornada; e,
se a umas e outra não podeis furtar-vos,
deveis desfrutar de ambas,
da melhor forma que vos for possível.

Vivei intensamente os vossos sentimentos;
e deles não vos envergonheis,
pois não é de vós que dependem.
Através das emoções,
a voz do Universo vos fala ao verdadeiro Eu.

Mas, para que possais manter a vossa rota,
não podeis permitir que vos roubem a razão;
sem a sua orientação seríeis como o barco perdido na noite,
em meio ao oceano revolto.

As emoções são como os ventos.
E, embora o furacão seja aquele que arrasta o navio,
são as brisas constantes e amenas que
o conduzem ao porto onde necessita chegar.

Aproveitai o encanto dos ventos;
deliciai-vos com as suas carícias e velejai em sua força.
Mas deveis manter firme o vosso leme,
ainda que por instantes corra solto o vosso barco.

É assim que chegareis ao vosso destino.

__HASSAN__
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞
É na Mansão Eterna que guardamos todos nossos melhores,
mais bonitos e verdadeiros sentimentos,
nossas mais puras emoções.
É na Mansão Eterna que o VERDADEIRO AMOR reside.
Aqui no Hoje,
somente plantamos nossas sementes
que irão florescer no Amanhã,
para podermos saciar as delicias desse FRUTO...
independente da nossa razão!
Ninna
☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 19 de maio de 2016

☜♡☞...A LIÇÃO DAS COISAS...☜♡☞


Vamos ser como o sol,
que não possui nenhuma lista de endereços
para mandar os seus raios luminosos.
Ele ilumina e aquece o bom e o mau,
o americano, o italiano, o brasileiro.

No meu, no seu jardim
ele faz com que as flores desabrochem.
No meu, no teu pomar,
adoça e amadurece os nossos frutos.

Ou vamos ser como a chuva
que não tem mapas, não tem limites e fronteiras
para delimitar o campo a ser regado.
Vamos ser como a fonte
sempre ao alcance de qualquer um
que estenda a mão ansiosa, em concha,
preta ou branca, velha ou jovem, pouco importa.
A fonte é uma perene oferta borbulhante!

Ou vamos ser como a árvore
que não recolhe os galhos com seus frutos
quando chega alguém faminto
ou seus ramos oferta a qualquer ave
que queira neles fazer um ninho,
quer seja um canário de bom canto,
quer seja um pardal inútil e barulhento.

Vamos ser como o mar
que acolhe no seu seio generoso,
grandes rios que têm nome nos mapas,
e riachos anônimos, sem glória;
as águas puras, transparentes das montanhas
e os sórdidos esgotos das cidades.

Ou vamos ser como as aves cigarras
que dão concertos para todos,
sem reclamar direitos autorais

Vamos ser como a lua
a imitar as estrelas que não querem saber
quem está "lá embaixo" antes de ornar o céu
e de enfeitar a noite.

Então vamos ser todos vida afora,
assim gratuitamente, alegremente, eternamente:
sol, chuva, terra, mar, árvore, estrela ou ave,
que alguém possa dizer que foi feliz
ao menos um segundo na vida
porque passamos pelo seu caminho.

__Camilo E. Dante__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quarta-feira, 18 de maio de 2016

☜♡☞..."A MAGIA"...☜♡☞


Buscais a magia.

Como se fosse algo capaz de resolver
todas as vossas dificuldades.
Como se pessoas existissem,
que não estivessem sujeitas às regras do Universo.

Acreditais, acaso,
que exista um único peixe cuja vida não obedeça
ao que lhe determina o mar?

Não vos ocorre que,
se alguém pudesse manipular forças ocultas,
antes de por dinheiro oferecer os seus serviços,
trataria de obter para si próprio o que lhe fostes pedir?

Deixai-me rir da vossa ingenuidade.

Pois é sabido que apenas o Amor pode levar
o homem a encher o prato de outrem,
antes que esteja cheio o seu próprio prato.
E, por certo, não vos ama aquele que vos cobra pela ajuda.

Guardai-vos, portanto, dos falsos magos;
como o deveis fazer dos falsos profetas.
Pois uns e outros não vos trarão senão
esperanças passageiras e duradouras desilusões.

Entretanto, a magia existe.
E está à vossa volta:
- na ave que se eleva aos céus, vencendo a gravidade
- na rosa, que surge do botão para espalhar a beleza
- na gotícula do sêmen, que se transforma em um novo ser
- nos sonhos, que vos visitam durante a noite
- na alternância entre o sol e a lua.

Sim; a magia vos cerca.
E está também em vós;
nos vossos sentimentos,
nas vossas emoções e no
mais simples dos vossos pensamentos.
No verdadeiro Eu,
que vos torna capazes de pensar e sentir.

Não é nos que se dizem magos,
que encontrareis a magia;
como não é nos que se dizem profetas,
que ouvireis a voz do Universo.
O que promete, não é aquele que pode e quer dar;
este, simplesmente, dá.

Não procurais a fruta, senão na árvore;
como não procurais o peixe, senão na água.
Assim,
a cada coisa deveis procurar onde a podeis encontrar.

Buscai, pois, a magia onde a encontrareis:
na Natureza, em vós mesmos,
em tudo o que vos possa ligar ao Coração do Universo.

E não espereis que a magia vos apareça sob a forma de milagre.
Pois as Leis existem, e por ninguém podem ser desobedecidas.
Assim, àquele que se deseja tornar um mago,
cabe aprender a interpretar a Lei.

Como aquele que pretende tornar-se um sábio,
não pode desejar que seja aceita a sua verdade.
Deve, antes, aprender a respeitar as verdades dos seus irmãos;
pois, assim como a planta não brota senão da semente,
não surge o conhecimento senão da procura.

E àquele que não sabe ouvir,
não cabe o direito de ser ouvido.

Eu vos digo que a magia existe.
Mas não se encontra ao alcance de vossas mãos,
nem à vista de vossos olhos,
nem sob o poder da vossa bolsa.

E sim em vosso verdadeiro Eu.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞
A MAGIA ESTÁ NO AMOR QUE É...
"A FONTE DO CAMINHO"


☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 17 de maio de 2016

☜♡☞..."VOANDO COM OS SÁBIOS NAS ASAS DE UM GRANDE AMOR"...☜♡☞


(Aprendendo a Ser Discípulo da Grandeza das Grandezas)

Quando o Amor chama, tudo acontece.
Surgem uma flor de lótus no coração e estrelas nos olhos.
E tudo muda...
Pois a Luz transforma o Ser.

Há uma profundidade que silencia a rasura do ego.
Há algo maior dentro de cada Ser.
Não pode ser explicado;
é uma Luz, uma Luz, uma Luz...

O Amor real é uma dádiva;
não machuca nem adoece o Ser.
Jamais se exaspera; sempre perdoa;
é estado de consciência.
Os sábios espirituais o conhecem bem;
são seus discípulos.

Os néscios o desconhecem,
pois são discípulos das emoções fugazes.
Na verdade,
eles têm medo da profundidade e da entrega de alma.
Por isso, machucam aos outros e, também,
a si mesmos, com as garras do ego.

Alguns parecem feras violentas,
prontos para bater ou gritar.
E nem percebem que o Amor
não suporta rasura nem medo.
Ah, os que batem são fracos de espírito!
O Amor real não sufoca nem suja
a jornada afetiva com aflições.
E, quando ele surge,
a aura do Ser resplandece muito.
E um novo brilho ilumina a jornada
e evidencia a dádiva recebida.

Se há Amor mesmo, as trevas se afastam,
pois a Luz é intensa.
E Seres luminosos vêm reverenciar
o lótus aberto no coração.
Eles vêem o Céu tomando forma no Ser feliz.

Há uma profundidade que não se explica;
há uma Luz imperecível...
Tudo brilhando no coração do Ser;
e que palavras podem descrever isso?
Não, não é possível qualquer descrição.
Só é possível amar e sentir...

E quem sente, sabe.
O sol em seu coração não deixa dúvidas.
Quem ama, compreende.
O ego não suporta a profundidade do Amor.
As trevas não suportam a Luz;
e o Amor chama a Luz...

Quem foge do Amor real, foge de si mesmo.
Então, impera a rasura.
Porém, se há profundidade, há entrega real;
porque o Amor chama a Luz...
Assim como a Luz chama o Amor...
Tornando-se um só!

E quem sabe disso, agradece e se admira,
e reconhece a dádiva.
Quem sente esse Amor, se encanta com a vida...
Pois vê a Luz em tudo.
E, assim como os sábios espirituais,
torna-se também discípulo dessa Grandeza.

Essa é a riqueza das riquezas;
o sutil e o profundo feito gente!
O Ser tornando-se Om, Tao, Axé, Amém,
e tudo de bom...
Essa é a Grandeza das grandezas...
E quem ama realmente, sabe.

Ah, e os sábios estão nessa!
Eles amam muito, em silêncio.
O Amor transformou-os, para sempre.
Por isso, eles brilham tanto.
E eles ensinam que,
“sem amor real, ninguém segue...”

***☜♡☞***

P.S.:
Aqui e agora, eu agradeço ao Todo.
Pelas dádivas; pela Luz; pela Vida.
E agradeço aos sábios espirituais, pelos toques.
E pelos abraços silenciosos, que recebo em espírito.
Pelo Amor que está aqui, chamando a Luz...
E iluminando minha jornada, humana e espiritual.

(Esses escritos são dedicados aos sábios espirituais
Lao-Tzé, Ramana Maharishi, Sry Aurobindo,
Babají, Francisco de Assis, e a Matají,
mentora espiritual silenciosa,
que faz o meu coração se derreter,
nas ondas de um Grande Amor...)

Paz e Luz.
Admiração e Gratidão.
Discernimento e Amor.
Alegria e Consciência.

__Wagner Borges__

☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

segunda-feira, 16 de maio de 2016

☜♡☞..."PERGUNTA PARA RAMESH"...☜♡☞


"Certa vez, perguntei para o Ramesh:

- Por que existem pessoas que saem facilmente
dos problemas mais complicados,
enquanto outras sofrem por problemas muito pequenos,
morrem afogadas num copo de água?

Ele simplesmente sorriu e me contou uma história.
Era uma vez um sujeito que viveu amorosamente toda a sua vida.
Quando morreu, todo mundo falou para que iria para o céu,
um homem tão bondoso quanto ele somente poderia ir para o Paraíso.

Ir para o céu não era tão importante para aquele homem,
mas mesmo assim ele foi até lá. Naquela época,
o céu não havia ainda passado por um programa de qualidade total.
A recepção não funcionava muito bem.
A moça que o recebeu deu uma olhada rápida
nas fichas em cima do balcão e,
como não viu o nome dele na lista,
lhe orientou para ir ao Inferno.

E no Inferno, você sabe como é.
Ninguém exige crachá nem convite,
qualquer um que chega é convidado a entrar.
O sujeito entrou lá e foi ficando.
Alguns dias depois,
Lúcifer chegou furioso às portas do Paraíso
para tomar satisfações com São Pedro:

- Você é um canalha.
Nunca imaginei que fosse capaz de uma baixaria como essa.
Isso que você está fazendo é puro terrorismo!

Sem saber o motivo de tanta raiva,
São Pedro perguntou, surpreso, do que se tratava.
Lúcifer, transtornado, desabafou:

- Você mandou aquele sujeito para o Inferno
e ele está fazendo a maior bagunça lá.
Ele chegou escutando as pessoas,
olhando-as nos olhos, conversando com elas.
Agora, está todo mundo dialogando,
se abraçando, se beijando.
O inferno está insuportável,
parece o Paraíso!

E fez um apelo:

- Pedro, por favor,
pegue aquele sujeito e traga-o para cá!

Quando Ramesh terminou de contar esta história
olhou-me carinhosamente e disse:
- Viva com tanto amor no coração que se, por engano,
você for parar no Inferno o próprio demônio
lhe trará de volta ao Paraíso!

__DA__

☜♡☞... ☜♡☞

☜♡☞... ☜♡☞

domingo, 15 de maio de 2016

☜♡☞ "ORAÇÃO DO AMANHECER" ☜♡☞



Obrigado, Senhor,
por mais uma noite de repouso.

E pelo sol que se ergue sobre o mundo,
anunciando um novo dia.
Que nele possam os meus passos trilhar o caminho da retidão,
para que a nova noite mais uma vez me traga o sono tranqüilo.

Obrigado pelos pássaros, que cantam nas árvores,
e pelas flores que desabrocham ao toque carinhoso do sol.
Pelos regatos que murmuram docemente e
pelo mar que faz ouvir as suas ondas.

Obrigado pelas pessoas que passam ao meu lado.
Pela dádiva de descobrir em cada uma um irmão,
enquanto há tantos que ainda se vêem como estranhos,
embora juntos precisemos caminhar.

Obrigado pelas crianças,
que com seus risos alegres encantam os nossos caminhos.
Que sempre haja um pouco de criança em nós,
para que a inocência não se perca deste mundo.

Obrigado pelos mais velhos,
que nos oferecem a dádiva sagrada de ampará-los.
Que haja em nossos corações uma canção de respeito,
para com aqueles que em seu passado
construíram o nosso presente.

Obrigado pelos sorrisos que me trará este novo dia;
mas também pelas lágrimas que me possa trazer.
Porque no sorriso recupero as minhas forças,
e o pranto me ensina as mais valiosas lições.

Obrigado pelos sonhos que hoje possam nascer;
mas também pelos desenganos que
surjam acaso em meu caminho.
Porque é assim que me será dado
aprender o valor de um novo sonho.

Pela consciência das minhas limitações,
e pela certeza de que em mim existe
uma centelha da Vossa força,
que tudo me torna capaz de vencer,
desde que em Vós me possa encontrar.

Pelos revezes de cada dia,
que me ensinam a humildade.
Porque o orgulho não é o caminho para o alto,
mas a perigosa vertente que para o fundo nos pode conduzir.

Obrigado pelos amigos que em meu caminho semeastes.
E dai-me a compreensão necessária,
para evitar as palavras irrefletidas ou
os gestos impensados que de mim os possam afastar.

Pelos amores do meu coração e pelas esperanças de minha alma.
Porque são eles que fazem brilhar os meus olhos,
sustentam as minhas pernas,
e unem as minhas mãos nesta oração de gratidão.

Obrigado, Senhor,
por mais este dia que nasce.
E dai-me, eu Vos peço,
a graça de nele tornar-me um pouco melhor do que
tenho sido em todos estes dias.

Para que digno me sinta de cada novo amanhecer.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 14 de maio de 2016

☜♡☞...NUNCA SE CULPE POR FAZER A COISA CERTA...☜♡☞



Nunca se culpe por ter amado.
Por ter confiado.
Por ter ajudado.
Nunca se culpe por acreditar na bondade humana,
na amizade verdadeira, no amor eterno.
Nunca se culpe por pagar as contas em dia,
ser dedicado ao seu trabalho, honrar seus compromissos.
Nunca se culpe por dizer a verdade construtiva e
pregar pequenas mentiras a fim de não magoar as pessoas.
Nunca se culpe por algo que não deu certo
apesar de todo empenho empregado.
Nunca se culpe por fazer a coisa certa.

Amou e não foi amado?
Paciência.
Acreditou que tinha um amigo de verdade e não tinha?
Azar do falso amigo que perdeu o seu carinho e atenção.
Ajudou alguém e recebeu ingratidão?
O problema não está com você com certeza.

Se o outro mentiu,
não é você que deve se sentir magoado.
Se o outro foi desleal,
não é você que deve se sentir traído.
Se o outro foi ingrato,
não é você que deve se sentir tolo.
Tolo é quem não consegue ver a beleza da solidariedade.
Tolo é quem acha perda de tempo ajudar as pessoas.
Tolo é quem se acha superior aos outros,
autossuficiente.
Tolo é quem ignora o sofrimento alheio.
Tolo é que nunca se permitiu acreditar em nada e
deixa a vida passar sem cor, sem odor, sem gosto.

Pode soar como loucura ou poesia barata,
mas tolice é deixar de viver, de amar,
de acreditar, de se entregar aos sentimentos,
sensações e desafios da vida.
Tolice é deixar de amar por medo de ser desprezado.
Tolice é deixar de fazer uma prova por medo de ser reprovado.
Tolice é deixar de fazer um convite por medo de ouvir um não.
Tolice é dizer que nada muda no mundo
por preguiça de arregaçar as mangas.

Sim, estamos no mundo para sofrer por amor,
para sermos enganados por nós mesmos e pelos outros,
manipulados, ignorados, mas também amados,
queridos, acolhidos.
Estamos no mundo para rir de nós mesmos,
da nossa ingenuidade,
dos absurdos que dizemos quando estamos tristes,
confusos e sozinhos.

Estamos no mundo para ganhar e perder.
Ganhar aprendizado perdendo o que julgamos mais querer.
Estamos no mundo ao sabor das intempéries da natureza e
precisamos aprender a nadar na marra quando
formos arremessados no mar das incertezas.
Viver é não saber.
É não entender.

É perdoar ...
é se perdoar e seguir em frente.
Nunca se culpe por fazer a coisa certa.

__Sílvia Marques__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sexta-feira, 13 de maio de 2016

☜♡☞...A CANÇÃO DO AMOR...☜♡☞



Deixai que vos encante a beleza.

Porque é através dela que o Amor
chegará aos vossos corações.
E conhecereis o encanto do Universo e
ouvireis a Sua voz em vosso verdadeiro Eu.

Recordai, entretanto,
que cada um de vós tem uma beleza própria.
Só se a souberdes encontrar em alguém,
sereis capazes de verdadeiramente amar;
e só no Amor encontrareis a felicidade.

Buscai, portanto, em vós o carinho e a entrega.
Para que um encontro de mãos vos toque o coração e
o brilho de um olhar possa representar para vós
toda a beleza do mundo.

Amai.
E podereis esquecer todas as vossas dores,
em um único momento de carinho;
e perdoareis todas as mágoas e
esquecereis as vossas angústias,
ao enlaçar o ser amado.

Amai.
E outro se tornará o vosso mundo e
outras serão as vossas necessidades;
porque é através do Amor que
a vossa alma desperta para a Vida.

Amai.
Mas não façais dos amores vossos senhores,
nem busqueis torná-los vossos escravos.
Pois aquele que realmente ama descobrirá
que no Amor está a verdadeira liberdade.

Amai.
Mas não deixeis que vos preocupe a duração do Amor,
nem a dor da solidão.
Porque o Amor é eterno e durará para sempre,
nas vossas mais doces lembranças.

Amai.
E não temais as consequências de amar.
Porque a primeira consequência do Amor
é a felicidade que invade as vossas almas,
enquanto dura o sentimento.

Amai.
Mas não devereis trazer para o Amor as vossas incertezas,
nem a vossa insegurança;
porque o Amor já tem as suas próprias incertezas e
a sua própria insegurança.

Amai.
E ao Amor vos entregai completamente,
em cada minuto de vossas vidas,
com todas as forças do vosso coração.
Porque assim sereis capazes de
senti-lo em toda a sua plenitude.

Amai,
embora a qualquer momento o Amor possa abandonar-vos.
Porque cada amor é como um sonho lindo e
sempre haverá outra noite que vos traga um novo sonho.

Amai;
porque é o Amor que vos conduz,
na carruagem das ilusões, pela estrada da esperança.
Recordai, porém,
que não será isenta de dores a vossa caminhada.

Rumo ao Coração do Universo.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞..☜♡☞

quinta-feira, 12 de maio de 2016

☜♡☞AMOR EM MOVIMENTO☜♡☞


Saudações almas de luz!
Eu Arcanjo Anael transbordo meu amor em vós!


Auspiciosos são todos os caminhos que levam ao amor.


Brindai nessa taça dourada que é vossa existência,
a harmonia de estar bem consigo mesmo.

Harmonizem-se consigo mesmos,
tudo fluí num redemoinho cósmico
que atrai segundo suas próprias emanações.

Tendes escolha, não importa a situação,
escolhei sempre o caminho do amor,
do perdão e da união.

Eu Arcanjo Anael envio-lhes um quantum do amor Divino,
na chama rubi dourada, direto do coração Divino.

O amor está chegando.

Sintam e rejubilem-se com essa energia,
a matéria densa de vossos próprios pensamentos contrários
a Lei e ao Amor os prende ao mundo das ilusões,
aos prazeres efêmeros, as disputas de poder.

Ninguém e nada pode afetar-lhes quando amam,
pois o amor é o elemento dos sonhos,
a química dos milagres e o gerador da vida.

O amor é doce canção que alenta nas dificuldades,
a força de mais um passo quando não se quer mais caminhar,
o brilho embriagador que se vê na alma dos olhos.

O amor se basta, se completa, se rejuvenesce,
se transmuta, se expande se multiplica.

O amor atrai , alimenta,
perpetua e nos sela de toda energia contrária a ele mesmo,
e nos coloca diante de das mais puras e inebriantes sensações,
dos corações afins, e da alegria benfazeja .

Tudo torna leve e suportável,
e nos faz mais humanos,
mais Divinos e nos vemos no outro,
nos seus risos e em suas trilhas,
nas bifurcações e nos atalhos,
pois o amor se reconhece nos que amam .

O amor é chuva que faz brotar a semente,
é a lágrima que seca, é o despertar da fé.

O Sol rompe mais uma vez a escuridão e
a cada amanhecer de um novo dia vós podeis escolher,
entre o amor e o ódio, o perdão e a mágoa,
a mentira e a verdade, o desequilíbrio e a harmonia.

Estejam dentro de mim,
como estou dentro de todos os que amam pois Eu Sou o amor,
e transbordo da minha fonte ígnea em cada coração,
partículas do meu amor.

Harmonizem-se amados, ascendam incensos floridos,
sorriam para a vida, cuidem de suas casas,
de suas vidas e dos que partilham a caminhada convosco,
sintam o gosto do dia que está a vossa frente,
abençoando-o, com sua gratidão, fé e esperança.

Agradeçam o Sol que os aquece de manhã,
como a Lua que vos ilumina à noite,
o alimento à sua mesa nesse dia,
todos os que dele participam.

Harmonizem-se através do amor a tudo e a todos


EU SOU ANAEL
O amor em movimento!

AMOR EM MOVIMENTO
MENSAGEM DO ARCANJO ANAEL
Canalizada por Athena Freya Prem

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quarta-feira, 11 de maio de 2016

☜♡☞"AS ESTAÇÕES DA VIDA"☜♡☞



Não podeis reter a vossa juventude.

Como não vos é dado preservar o aroma do perfume,
o enlevo da canção, o calor do raio de sol,
a beleza do botão de rosa,
a inocência de um sorriso de criança.

Lembrai-vos, entretanto, que existirão outros aromas,
outras canções, outros raios de sol,
outros botões e outras crianças.
Porque a Vida se renova em todos os dias.

Como o ano, a Vida tem as suas estações;
e cada uma tem os seus próprios encantos.
E por todas elas devereis passar,
para que de todos possais desfrutar.

Como o verão, é a juventude;
à primavera se assemelha a idade adulta,
ao outono a maturidade e ao inverno a velhice.
E para cada estação há um jeito de ser feliz.

No verão, o sol convida à praia;
à vida e aos seus prazeres.
É a época do sol e do mar,
dos corpos rijos e expostos,
do sangue ardente e impetuoso nas veias.

A primavera traz as flores,
com a sua beleza e o seu perfume.
Diminui a urgência dos sentidos e
o apelo urgente do prazer
já se mescla à suavidade da ternura.

Com o outono,
uma doce nostalgia cai sobre a alma.
Como uma saudade imprecisa,
com gosto de lembranças,
que se reflete na beleza das folhas sobre o chão.

Sobrevém o inverno.
E o manto alvo da neve,
que se derrama sobre o mundo,
parece adormecer a vida,
trazendo uma ilusória impressão de paz e
quietude infinitas.

Entretanto, há fogo na lareira.
E à luz das chamas pessoas se encontram,
histórias são contadas, mãos se entrelaçam;
corpos se aproximam, permutando calor.

A Vida continua.
E haverá de continuar em cada raio de sol,
em cada perfume, em cada sorriso de criança.
Em cada gota de chuva, em cada lágrima de adulto.

O enlevo existirá em cada canção,
o aroma em cada perfume.
A beleza do botão desabrocha na flor que se abre e
sabiamente expõe ao sol e à chuva as suas pétalas.

Não podeis reter a vossa juventude.
E não é sábio que o tenteis;
como não seria sábio
aquele que vestisse roupas leves no inverno,
ou no verão desejasse a neve.

Sábio, sim,
é desfrutar de cada estação de vossas vidas!

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 10 de maio de 2016

☜♡☞...OUTONOS E PRIMAVERAS...☜♡☞


Sim; foram muitas as primaveras da minha vida.

E cada uma delas fez florescer um novo sonho,
que me trouxe forças para seguir em frente.
Porque são os sonhos que sustentam os nossos passos,
durante a caminhada.

Muitos foram, porém, os outonos que vivi.
E cada um deles corresponde a um sonho morto,
que vi tombar sobre o chão,
juntando-se aos outros que atapetavam o caminho.

É a lei da Vida;
como as primaveras e os outonos se alternam na natureza,
sucedem-se os sonhos e os desenganos,
ao longo dos anos que nos cabem em cada etapa da jornada.

Assim precisa ser;
porque não atingiremos o Conhecimento sem as alegrias e
as tristezas que nos fertilizam o coração,
para que nele possa brotar a semente do aprendizado.

Deixai-me dizer-vos, portanto,
que se ao Universo agradeço as alegrias que conheci,
sou igualmente grato pelas muitas vezes em que
a tristeza visitou a minha alma.

É preciso que no outono as folhas morram e caiam sobre o chão,
para que na primavera possa o verde reflorir nos galhos desnudos,
trazendo nova vida à árvore cansada.

Porque difícil não é permanecer de pé,
mas levantar-se depois da queda; voltar a acreditar,
depois que a esperança se foi; abrir um novo sorriso,
entre lágrimas que teimam em rolar.

Difícil não é seguir em frente;
porque a Vida nos arrasta para diante,
no fluxo do tempo.
E ninguém existe que possa assentar-se às suas margens,
estacionar em seu caminho.

Difícil é recobrar o calor do entusiasmo,
depois do banho gelado de um fracasso.
É recuperar a candura infantil,
depois que a maturidade nos desperta para a desconfiança.

Entretanto, nisto consiste o aprendizado.
Não existe mérito na inocência,
que é a ignorância do pecado; mas na pureza,
que é triunfar sobre ele depois de havê-lo conhecido.

Acostumai-vos a que felicidade e sofrimento
se alternem em vossas vidas;
é necessária a alternância das estações,
para que o fruto adquira todo o seu sabor.

Não deveis, portanto,
desesperar quando as folhas dos vossos sonhos tombarem
sobre o chão frio da realidade;
outras as substituirão, quando for o tempo certo.

Acreditai, sempre,
que as folhas caídas amenizarão a dureza do solo
sob os vossos passos;
e uma nova primavera virá,
para que mais uma vez os sonhos enfeitem as vossas vidas.

Até que chegue um novo outono.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞
As folhas que caem das árvores no Outono
servem de fertilizantes para o nosso coração,
para que na primavera brotem outras flores ...
outros sonhos!!!
Ninna Angel
☜♡☞...☜♡☞

segunda-feira, 9 de maio de 2016

☜♡☞...CARPAS, TUBARÕES E GOLFINHOS...☜♡☞



As carpas, com medo da escassez e de serem agredidas,
vivem isoladas, escondidas nos cantos.
Não se organizam, não se comunicam, não se auxiliam.
Sua carne é preciosa,
suas escamas e seu sangue são altamente medicinais.
Muitas vezes, morrem pela escassez.
Vivem amedrontadas e infelizes.
Para elas, golfinhos e tubarões são a mesma coisa.

Os tubarões andam desordenadamente por todas as águas.
Abocanham tudo o que vêem pela frente,
às vezes até pedaços de navio ou mesmo,
de um outro tubarão que foi ferido.
Não são cooperativos, não se comunicam,
não se organizam.
Apesar de não se apavorarem,
são covardes e facilmente, atingidos.
Morrem, muitas vezes, pelo excesso de "qualquer coisa"
que ingerem desmensuradamente.
Passam suas vidas agressivos, desequilibrados e insatisfeitos.
Para eles, carpas e golfinhos são a mesma coisa.

Os golfinhos ocupam todas as águas com graça, alegria, vida.
Comem somente quando têm fome e só os peixes pequenos.
São organizados, cooperativos e se comunicam o tempo todo.
São amáveis, sábios e inteligentes.
Somente atacam para defesa própria.
São necessários apenas cinco golfinhos
para se defenderem de noventa tubarões.

Ao se verem ameaçados, se organizam de uma forma que,
um grupo distrai alguns tubarões,
enquanto um dos golfinhos
dá um bote certeiro no peito de um tubarão que,
por ter respiração frágil cai no fundo das águas e morre.
Ou então, mordem um tubarão, que por sangrar,
começa a ser devorado pelos outros tubarões,
permitindo com isso que os golfinhos possam escapar.
Vivem uma vida longa, saudável e feliz.
Para eles, carpas e tubarões são completamente diferentes.

Tomemos cuidado com aqueles que se assemelham a tubarões.
Devemos evitá-los - mas, quando não pudermos,
não devemos temê-los.
E jamais imitá-los.

* Vamos ajudar as carpas,
para que sejam integradas ao mundo.

* Imitar os golfinhos, que são cooperativos,
amigos, alegres, ativos, organizados, atentos, observadores,
não gananciosos, comunicativos, criativos,
vivendo uma vida tranquila e feliz.

__DA__

☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

domingo, 8 de maio de 2016

☜♡☞...O AMOR MAIOR...☜♡☞


Hoje, quero falar-vos sobre o amor.

Não o amor das vossas baladas e canções românticas,
entre os apaixonados, que se inicia em um sorriso e
em lágrimas termina, para que outro possa nascer.


Não o amor que exige retorno,
para que possa sobreviver ao vosso próprio egoísmo;
não o amor que com o véu dos sonhos encobre os defeitos do outro,
enquanto dura a paixão.

Não o amor que em vós semeia ilusões,
para que possais colher desenganos;
que entrelaça as vossas mãos,
até que separadas se acenem um triste adeus.

Não o amor que faz viver horas de doce loucura,
na cavalgada dos desejos;
que mistura os vossos corpos e as vossas ânsias,
entre gemidos de prazer, luxúria e encantamento.

Deixai que eu vos fale, hoje,
do amor que nada pede, senão a vossa existência;
que nada deseja, senão a vossa alegria.
A quem nada assusta, senão o vosso sofrimento.

O amor que começou antes mesmo da vossa chegada a este mundo,
na vontade de que vos fizésseis presentes;
que povoou de sonhos as noites insones da espera ansiosa.

O amor que primeiro vos tomou nos braços;
que acalentou o vosso corpo e, assim fazendo,
deu as boas-vindas à vossa alma e
trouxe paz ao vosso assustado coração.

O amor que ofereceu à vossa boca faminta o seio generoso,
capaz de alimentar-vos o corpo e a alma;
que na dor de ser sugado encontrou o prazer de doar a si mesmo.

O amor que vos susteve ao colo,
até que vos tornásseis capazes de andar por vós mesmos;
que vos ensinou os primeiros passos,
que vos amparou em cada queda.

Este é o amor sem limites.
O amor que não chora as suas próprias dores,
ocupado que está em minorar as vossas dores;
que não está feliz, senão quando sois felizes.

Este é o amor que não exige.
O amor que vos ensina e orienta,
mas perdoa as vossas faltas;
que reconhece os vossos defeitos,
mas exalta apenas as vossas qualidades.

Este é o amor que jamais termina.
O amor que vence a morte,
porque onde estiverdes vos acompanhará para sempre;
o amor que transforma a ausência na mais doce saudade.

Este é o amor maior.
E apenas em vossas mães o encontrareis.

"FELIZ DIA DAS MÃES "

__HASSAN__
☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 7 de maio de 2016

☜♡☞...ETERNIDADE...☜♡☞




O que eu tenho não me pertence, embora faça parte de mim.

Tudo o que tenho foi um dia emprestado pelo Criador
para que eu possa dividir com aqueles que entram na minha vida.

Ninguém cruza nosso caminho por acaso e
nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão.
Há muito o que dar e o que receber;
há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas.

É isso...
tente ver as coisas negativas que te acontecem com
como algo que aconteceu por uma razão precisa.
E não se lamente pelo ocorrido;
além de não servir de nada reclamar,
isso vai vendar seus olhos para continuar o caminho.

Quando você não consegue tirar da cabeça que alguém te feriu,
está somente reavivando a ferida,
tornando-a muitas vezes bem maior do que era no início.

Nem sempre as pessoas te ferem voluntariamente.
Muitas vezes é você quem se sente ferido e a pessoa nem mesmo percebeu;
e você se sente decepcionado porque aquela pessoa
não correspondeu às suas expectativas.
Às suas expectativas!!!
E sabe-se lá quais eram as expectativas do outro?
Você se decepciona e decepciona também.
Mas, claro, é bem mais fácil pensar nas coisas que te atingem.

Quando alguém te disser que te magoou sem intenção, acredite nele!
Vai te fazer bem.
Assim talvez ele poderá entender quando você o magoar e,
sinceramente, disser que "foi sem querer".

Dê de você mesmo o quanto puder!
Sabe, quando você se for,
a única coisa que vai deixar é a lembrança do que fez aqui.

Seja bom,
tente dar sempre o primeiro passo,
nunca negue uma ajuda ao seu alcance,
perdoe e dê de você mesmo.

Seja uma bênção!
Deus não vem em pessoa para abençoar,
Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão.

Todos nós podemos ser Anjos!

A eternidade está nas mãos de todos nós.
Viva de maneira que quando você se for,
muito de você ainda fique naqueles que tiveram
a boa ventura de te encontrar.

__Letícia Thompson__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sexta-feira, 6 de maio de 2016

☜♡☞...O AMOR EM NÓS...☜♡☞


O amor é tão leve,
que não suporta o peso dos nossos desejos;
e tão livre,
que sucumbe sob as correntes que lhe tentamos impor.

E, entretanto, é a força maior em nós.

Do amor, nascem os nossos sorrisos mais felizes;
e da tentativa de escravizá-lo à nossa vontade,
brotam as lágrimas mais sentidas.

O amor é, para a alma, como o ar é para o corpo.
E, se é certo que dele necessitamos para viver,
é igualmente certo que não o podemos reter em nossos pulmões.

O amor é como as nuvens,
que flutuam pelo ar, livres de nosso controle.
E, entretanto, ornamentam o céu e fazem nascer a chuva,
que fertiliza os campos.

Ou como as estrelas e a lua,
que não estão presas ao firmamento e,
brilhando em liberdade, fazem a beleza da noite.

O amor não absorve, completa.
Eis que o Pai maior nos concedeu o livre-arbítrio,
para que cada um de nós pudesse decidir o próprio destino.
E talvez seja esta a expressão maior do Seu amor.

É necessário que cada um ande o seu próprio caminho,
para que o amor possa guiar os seus passos.

Pois aquele que por outro é comandado,
não pode falar de amor; mas de submissão.
Como aquele que busca impor a sua vontade,
não procede em nome do amor;
mas das suas próprias carências.

Eis que a plenitude não pode brotar senão de si própria.
E como poderemos conhecer a plenitude do amor,
se cada um de nós não estiver pleno em si mesmo?

Guardai-vos, portanto,
da tentação de escolher o caminho da pessoa a
quem acreditais amar.

Pois é quando os seus próprios passos a levam até vós,
que juntos podeis caminhar...

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 5 de maio de 2016

☜♡☞...RECEITA DE AMOR...☜♡☞


No amor, precisa existir a liberdade.

Porque é juntos que devereis caminhar.
E, entretanto,
a cada um cabe escolher o próprio caminho;
porque não existe ninguém que seja feliz,
em um caminho que não escolheu.


No amor, precisam existir pequenos segredos.

Porque também o mistério tem os seus encantos.
E, às vezes, mais atraente é o rosto sob o véu;
como paisagens existem,
que mais belas se tornam à luz difusa do luar.


No amor, precisa existir a confiança.

Porque amar pressupõe entregar-se.
E como podereis a alguém entregar
a vossa alma e o vosso destino,
se em suas palavras não consegue acreditar
o vosso coração?


No amor, precisa existir a sinceridade.

Porque sem ela não pode existir a confiança.
E o amor,
que é o mais belo dos vossos sonhos e
a maior das vossas verdades,
desfalece à menor das vossas mentiras.


No amor, precisa existir o perdão.

Porque, para colher a rosa do sonho,
necessitareis enfrentar os espinhos da realidade.
E apenas o perdão, em toda a sua plenitude,
aplacará os ferimentos das vossas almas.


No amor, precisa existir a cumplicidade.

Porque é ela que vos trará a certeza do apoio e
a reconfortante sensação de companhia.
E o seu calor afastará de vós o frio do abandono e
o tormento da solidão.


No amor, precisa existir a paixão.

Porque, como o sol aquece a terra úmida da chuva e
faz germinar a semente,
é o desejo que abre em vosso coração o caminho pelo qual
o vosso amado vos conduz a oceanos de prazer.


No amor, precisa existir a ternura.

Porque é ela que faz brilhar os vossos olhos,
quando na calma da saciedade neles se apaga
a chama ardente do desejo,
e de vossas bocas brotam palavras de carinho.


No amor, precisam existir fantasias.

Porque é com as asas dos sonhos, que vos é dado voar.
E o amor é um sonho a dois,
que vos conduz em um voo encantado onde
a felicidade vos pode encontrar.

Eu, entretanto, vos digo que de nada necessita o amor.

Apenas do próprio AMOR.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 3 de maio de 2016

♫♪♫ A CANÇÃO DO UNIVERSO ♫♪♫


Escutai a canção do Universo.
Aquela que se faz ouvir em vossas almas,
no silêncio mais absoluto.
E é capaz de suplantar o grito raivoso da vingança e
a voz pungente e chorosa do desespero.

Aquela que os anjos executam,
para os homens que são capazes de ouvir.
Que vos fala da beleza e do perfume das flores,
da inocência da criança, do brilho das estrelas.

Aquela que vos fala da eternidade da Vida,
dos sentimentos mais puros, do perdão e do altruísmo,
da solidariedade e do Amor;
que vos traz o encanto da lua e o calor do sol.

Escutai a canção do Universo.

Pois é assim que O encontrareis em vós.
E deixareis de necessitar dos vossos templos e
dos vossos sacerdotes;
dos vossos altares e dogmas e dos vossos ritos.

Pois é assim que abandonareis o conceito de pecado e
podereis estar em paz convosco.
Porque sabereis que a ninguém prejudicam os vossos atos,
senão a vós mesmos.

Pois é assim que entendereis a Vida e
deixareis de temer a ilusão da morte;
e percebereis que a caminhada não cessa ao anoitecer,
mas continua na manhã seguinte.

Escutai a canção do Universo.

Que vos procura na voz humilde do pobre
que implora a vossa ajuda;
na confiança da criança que vos estende a mão e
no olhar súplice do idoso que treme de frio.

Que vos fala na voz generosa do mestre que
reparte o seu conhecimento;
nas palavras do sacerdote que divide a sua fé;
no seio da mulher que amamenta o filho.

Que se espalha por vossos caminhos,
flutua no ar que respirais,
na água que sacia a vossa sede e
no alimento que sustenta o vosso corpo,
enquanto prossegue a jornada.

Escutai a canção do Universo.

E não ouvireis a voz do medo,
que teima em assombrar os vossos corações;
nem o clamor da intolerância,
que vos empurra para a guerra;
nem a inveja que vos magoa.

E não vos pesará o cansaço da existência.
Nem vos afligirá a ânsia do que vos falta,
em cada momento de cada dia agradecereis
pelo muito que vos foi dado.

Escutai a canção do Universo.

Que ressoa aos ouvidos do vosso verdadeiro Eu.


__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞
☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞
Busquei em todos os cantos do meu coração e da minha alma uma melodia
que pudesse expressar tudo o que está escrito nessa belíssima mensagem,
e só uma única música encontrei.
___"AVE MARIA"___
Para mim ela representa...
A CANÇÃO DO UNIVERSO, EM GLÓRIA, GRAÇA E AMOR!

☜♡☞...COMO AS AVES...☜♡☞


Perguntais-me como deveis viver os vossos dias.
E eu respondo que não vos deveis preocupar com isso.
Pois seguireis pela Eternidade,
e não deve cuidar apenas do hoje aquele que
viverá também na Mansão do Amanhã.

Tende presente a efemeridade de cada uma das vossas jornadas;
esta certeza é que vos ensinará a melhor forma de utilizar os dias
que tendes para percorrer o vosso caminho.

Pois o caminhante sensato não se angustia por deixar a
manta que hoje o abriga,
se acredita que o sol irá brilhar e
aquecê-lo no novo caminho que amanhã percorrerá.

Ao dia de labuta segue-se a noite,
que deveis consagrar ao repouso.
E à noite se seguirá um novo dia,
em que vivereis melhor se algo vos houver
ensinado o que ontem vivestes.
Esta é a essência do aprendizado.
E acreditai no que vos digo: o que hoje chamais vida,
não é senão a oportunidade de aprender o que necessitais,
para viver plenamente a Vida.

Cuidai, portanto, de aprender sempre.
E recordai que não é apenas com as alegrias,
que aprendereis; ao contrário,
são os sofrimentos que vos ensinam as lições mais duradouras.
Isto, porém, não significa que deveis buscar os sofrimentos;
decerto os encontrareis em vossa estrada.
Buscai as alegrias,
que vos trarão forças para prosseguir a caminhada.

Guardai-vos de ser como os esquilos,
que desperdiçam o calor do verão armazenando nozes para o inverno.
Mas não sejais como as cigarras,
que só cantam e nada constroem.
Em tudo, a virtude está no meio e nunca nos extremos.
Sede, portanto, como as aves que,
ao tempo em que voam e desfrutam o calor do sol,
buscam o alimento e fazem o seu ninho.

A maior lição que deveis aprender é aproveitar o tempo.
Este é o capital que não vos é dado repor,
mas tereis para sempre;
e o único com o qual podeis adquirir o Conhecimento.
Sede como as aves,
que não se entregam ao plantio,
mas em suas asas carregam o pólen e
as sementes que farão brotar as novas plantas.
Que voam com o sol e se protegem sob a chuva.

Sede como as aves. Construí os vossos ninhos,
buscai os vossos alimentos,
amai e protegei os vossos filhos;
sabei, todavia, que dia virá em que tudo deixareis para trás.
Sede como as aves; embora vossos pés precisem estar no chão,
para que possais atender às necessidades do corpo,
cuidai para que seja capaz de voar o vosso verdadeiro Eu.

Porque um dia fareis o grande voo, do qual não existe retorno.
E descobrireis que, ao iniciar a nova jornada,
não vos será possível levar os bens que agora julgais possuir.
Levareis apenas o que sois.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

segunda-feira, 2 de maio de 2016

☜♡☞"NUNCA SE ABANDONE"☜♡☞


Quando depositamos, excessivamente,
confiança ou expectativas em uma pessoa,
o risco de nos decepcionarmos se torna muito grande.

As pessoas não estão neste mundo
para satisfazer as nossas expectativas e vontades,
assim como não estamos aqui para satisfazer as delas.

Nós, na verdade, podemos até beber do mesmo vinho,
mas nunca na mesma taça.

Temos que procurar nos bastar e reconhecer essa verdade...

Nos bastar sempre e,
quando procurarmos estar com alguém,
devemos fazer isso,
cientes de que estamos juntos porque amamos,
gostamos, queremos e nos sentimos bem,
e nunca por achar que precisamos daquela pessoa
ao ponto de não conseguirmos viver sem ela,
e jamais permitir que a outra pessoa
desenvolva tal sentimento por nós.

Somos individuais, querendo ou não.

Devemos viver por nós,
sempre buscando o propósito da nossa existência.
Aprendamos com as cordas do violão,
que são independentes, mas juntas,
cada uma fazendo a sua parte,
constroem as mais belas melodias.

As pessoas se completam não por serem metades,
mas por serem pessoas inteiras,
dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e... vida !!!

POR ISSO...
NUNCA SE ABANDONE.

__da__

☜♡☞...☜♡☞


☜♡☞...☜♡☞


☜♡☞...☜♡☞
TEMOS O NOSSO MUNDO PARTICULAR...
ÍNTIMO E SECRETO!
☜♡☞...☜♡☞