quinta-feira, 14 de abril de 2016

☜♡☞...ATEMPORAL...☜♡☞



Não se deixe enganar pelo tempo
Ele é ardiloso, te conduz sem que percebas
Num momento um sorriso infantil
Noutro as rugas de preocupação.

Não permita que a solidão dite as normas
A vida escorrega entre os dedos, se não a vivermos
Nada deve ser deixado ao acaso
Ou o ocaso te alcança antes do evento.

Não se deixe enganar pelo tempo
Cada segundo conta, cada minuto faz falta
No agora se faz o hoje
Do hoje se faz o amanhã.

Não vá se perder na ilusão
Crie as perspectivas, use as cores
Os cãs se espalham na fronte
Tudo é relativo, até seus amores...

Não se deixe enganar pelo tempo
nele é traiçoeiro, chega de mansinho
Num momento, do balbuciar ao amar
No outro, sentar e esperar...

Não se deixe enganar pelo tempo
Em um lampejo, acaba o tormento
Se não lança, à aventura ao vento
Nem as lembranças servirão de alento...

__François Camargo__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

Nenhum comentário:

Postar um comentário