sábado, 30 de abril de 2016

☜♡☞...CONTRASTES...☜♡☞


É preciso que vos desnorteie a paixão,
para que possais encontrar o rumo do amor.

Como é necessário o frio da noite,
para que valorizeis o calor do sol.

Necessitais do sofrimento,
para conhecer a felicidade.
Ou da sede,
para que possais descobrir o sabor da água.

A vossa vida é feita de contrastes.

E antes vos perdeis nos extremos,
que buscais a sabedoria do meio.
Assim, saltais das lágrimas para o riso;
e, sempre agitados pelas emoções,
não chegais a conhecer a paz.

Exercitais o amor e o ódio,
o desejo e a ternura, o apreço e o desdém.
E vos comportais como se cada um
destes sentimentos existisse isoladamente;
como, se muitas vezes,
não se mesclassem em vosso íntimo.

Eu, entretanto,
vos digo que os sentimentos são parte de vós.
E se misturam em vossos corações,
para o aperfeiçoamento do vosso verdadeiro Eu.

Assim sois, a um só tempo, o bem e o mal,
a pureza e a malícia, a verdade e a mentira.
Espalhais, ao vosso redor, o sofrimento e a alegria;
e colheis os frutos da vossa semeadura.

É assim que sois.
E me espanta o ainda não o haverdes descoberto.

Pois, se desejais colher determinado fruto,
plantais a árvore que o irá produzir.
E, entretanto, ao espalhardes os vossos sentimentos
não atentais para a lei da colheita.

Acreditais que, oferecendo desprezo,
podeis colher o amor?
Ou que, espalhando o medo,
recebereis o respeito?
Credes, acaso,
que alguém vos oferecerá algo diferente
do que lhe ofertais?

Semelhantes a gotas d’água são os vossos irmãos.
E, ao vos debruçardes sobre o lago que formam,
nada vereis senão a vossa própria imagem.
Ou a imagem que podem refletir,
do que aparentais ser.

Eu vos convido à reflexão.

Harmonizai os vossos contrastes.

Pois só assim encontrareis a paz.
E, ao distribuí-la entre os que vos cercam,
a sentireis retornar multiplicada.

Para o vosso verdadeiro Eu.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 21 de abril de 2016

☜♡☞..."DE PRISÕES E LIBERDADE"...☜♡☞


Aqui não viemos para sermos livres.
Se livres pudéssemos ser,
nossa casa seria o Infinito e
ilimitados seriam os nossos voos.

Entretanto, a liberdade está em nós.
Não onde a buscamos, mas em nosso verdadeiro Eu.
Porque é ele que transcende o tempo e o espaço,
e nos pode levar aonde quisermos ir.

Assim,
não estaremos presos senão quando presos nos sentirmos.
E as correntes terão o peso que a elas atribuirmos.

Como não percebemos a prisão do corpo e da gravidade,
a nada nos sentiremos obrigados,
se tudo fizermos por nossa própria vontade e com amor.
Mas, se o fizermos com revolta,
pesadas serão as nossas correntes;
e o seu peso findará por esmagar-nos.
Livre não é aquele que não tem obrigações,
mas o que as cumpre com alegria.
Como não é aquele que pode estar em todos os lugares,
mas o que de lugar algum necessita.

Livre não é aquele que pode pegar o que quiser,
mas o que pode dizer com sinceridade:
“-Sou feliz com o que tenho”.
Livre não é aquele que satisfaz todas as suas vontades,
mas o que não se escraviza aos seus próprios desejos.
Se um homem ama a sua prisão, será livre em sua cela.
Pois o que nele existe de mais verdadeiro
não estará encerrado entre paredes,
mas envolto no amor.
E viajará com o vento,
ouvindo as mais lindas canções e
sentindo os mais doces perfumes.

E aquele que não ama jamais será livre,
ainda que todo o mundo lhe pertença.
Porque estará encerrado na prisão do seu egoísmo,
encarcerado na solidão de sua alma.
E o seu Eu não ouvirá as canções da Vida,
nem sentirá os seus perfumes.
Estamos demasiadamente presos aos nossos conceitos;
e, assim,
não somos livres para encontrar as verdades.
Porém, é dos nossos erros e acertos,
das nossas dores e alegrias,
que virá o que seremos;
porque ninguém é senão o resultado do que já viveu.

E a ninguém podemos transformar.
Como não pode o pai ensinar ao filho tudo aquilo que já sabe.
Continuaremos a desejar a liberdade,
enquanto construímos as nossas prisões.

Entretanto, chegará o amanhã.
E nele não precisaremos procurar a Liberdade.
Ela virá a nós, quando estivermos prontos.
E nos falará na voz do mar,
e nos sorrirá no brilho das estrelas.
Então, a conheceremos.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 19 de abril de 2016

☜♡☞...ONE MORE TIME...☜♡☞


MAIS UMA VEZ

Ao som desta melodia
despi-me da razão
fechei meus olhos
deixei-me sonhar!..

Sonhei e viajei.
Viajei nas notas musicais
que me levaram a dançar por entre estrelas,
e entre as estrelas, te encontrei.
Estavas a me esperar!..

Tomou-me, em teus braços,
deixei-me levar no compasso de teus passos,
e, dançamos sem contar o tempo.
Sonho lindo de viver!..

A emoção, protagonista deste nosso sonho,
mostrou-nos o caminho das estrelas
e, por entre elas, ao sabor do Mágico Momento,
nos deixamos amar, amar....amar!...

A Magia do Amor
acontecia a cada nota desta melodia.
As estrelas cintilavam em dourado
iluminando este nosso Sonhar,
este nosso sonhar de Amar!..

...Abri meus olhos,
mas, continuei a sonhar...
pois deste nosso Mágico Momento
estarei sempre a dar Replay nesta melodia,
para estar enlaçada em teus braços
neste meu sonhar quase real,
onde até mesmo a razão,
me instiga a te Amar!..

...one more time...

__Thais S Francisco__
"beijaflor"

☜♡☞...☜♡☞
"OCEANO DOS MEUS SONHOS"


☜♡☞...☜♡☞


"Navego contigo no mar dos meus sonhos
para um lugar distante distante.
De grande beleza e tranquilidade
onde o sofrimento e a dor não existem
Onde damos elogios para a nossa alegria e felicidade
onde o nosso amor entrelaçado com um amor por todas as coisas
Oh, meu amado companheiro do meu coração
Você estendeu a mão e tocou a essência do meu ser
Você me mostrou o caminho
Seu amor me despertou "

(Baseado nos versos de RUMI)
☜♡☞...☜♡☞

segunda-feira, 18 de abril de 2016

☜♡☞...O MAIOR AMOR DO MUNDO...☜♡☞


Ah, eu tenho o maior amor do mundo!
E isso não é privilégio meu,
é de cada um de nós.

O maior amor do mundo
é aquele que faz nosso coração vibrar e
até chorar de vez em quando!

Ele é extraordinariamente único e maravilhoso e
transforma qualquer dia chuvoso e
triste na mais linda noite enluarada.
Ah!... e com as estrelas mais brilhantes do universo!

O amor maior do mundo nos deixa assim com alma de criança,
jeito de adolescente que acaba de descobrir a vida ou
de adulto que perdeu um pouco do juízo...

Ele escancara as portas do coração e nos deixa à mercê de tudo.
É tão grande que chega a doer,
que chega a tirar o sono ou a razão.
Tão alegre que devolve o riso.

O amor maior do mundo é tão grande que chega a ser incomparável,
tão único que chega a ser individual.

É aquele que dura o bastante para ser lembrado para o resto da vida,
mesmo quando não mais houver aquele "quê"
que fez vibrar cada uma das fibras do nosso coração...



__Letícia Thompson__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

domingo, 17 de abril de 2016

☜♡☞...SE ESSA RUA FOSSE MINHA...☜♡☞


Ah! Se essa rua fosse minha,
Seria permitido andar com os corpos desnudos,
pés descalços para sentir a poeira, a lama,
as pedras... Sim.
Só para ter o gosto de sentir o quão mascarados andamos.
Seria permitido os corpos sem roupagens,
para sentir o vento que passeia vagamente sobre a pele.
Seria permitido olhos e olhares sem óculos escuros para tapar a realidade.
Narinas abertas para sentir
o cheiro das pessoas que caminham sem nenhuma pretensão à mais,
a não ser sobreviver.

Ah! Se essa rua fosse minha,
Ousaria olhar para quem trilha no mesmo espaço que eu,
e com um sorriso cumprimentaria:
Oi!
Bom dia!
Boa tarde!
Boa Noite!
Como vai você?

Ah! Se essa rua fosse minha,
Eu não existiria.
Seríamos “nós” a existir,
entrelaçados com as esquinas.
Bordaríamos sonhos, ouviríamos histórias e canções,
contaríamos aos desconhecidos as magias do amor.

Ah! Se essa rua fosse minha,
Cada esquina seria praça de encontros,
encantos e magia.
Minha voz não seria silenciada pelos
“donos dos podres poderes”.
Meus ouvidos não ficariam surdos com os gritos por
justiça de cada morte que acontece.

Ah! Se essa rua fosse minha,
Meu coração, pulsaria no compasso do tempo inexistente.
E cada segundo pulsado seria morada de quem tem a rua como lar.

Ah! Se essa rua fosse minha,
Picharia os muros com poemas de Paulo Leminski, Mário Quintana,
Clarisse Lispector, Cecília Meireles.
E com letras garrafais escreveria:

“PERMITA-VIVER NESSA LOUCA SOBREVIVÊNCIA”.

E mais, se essa rua fosse minha,
Plantaria e cultivaria jardins e hortas em cada quadra,
lançaria sementes de hoje sem pressa que floresçam ou que frutifiquem.

Ah! Se essa rua fosse minha,
Seria permitido todos os desvios e devaneios.
Porque nela cabe tudo o que as regras acreditam, proibir.
Numa tarde de domingo.

__Silvia Cristina__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 16 de abril de 2016

☜♡☞...UM MUNDO Á PARTE...☜♡☞


Julgais, acaso, que podeis viver em um mundo à parte?
Desiludi-vos, se assim pensais. Porque este é o mundo em que viveis; e ele se encarregará de trazer-vos à realidade, de cada vez que vos perderdes em sonhos que não podeis realizar.

Assim precisa ser. Por que a ave, embora passe a maior parte do seu tempo a voar no céu, necessita de um ninho onde depositar os seus ovos e descansar o seu corpo cansado das viagens.
E o artista, ainda que a sua alma vagueie por mundos insondáveis e viaje por universos apenas sonhados, necessita de um teto sobre a cabeça, alimento no estômago e um local onde durma.

Este, onde viveis, é o mundo das trocas. Aqui nada recebereis, sem que algo vos seja levado; aqui nada possuireis, a menos que alguma coisa tenhais feito para conquistardes a sua posse.
Este é o mundo que chamais real. Como se a realidade estivesse apenas no que podeis tocar, cheirar, ouvir e ver; como se não existisse outra realidade, que a vossa alma pressente.

Jamais podereis viver em mundo à parte, porque o vosso corpo vive no agora; um tempo em que as necessidades são imperiosas e prementes, e precisais satisfazer os seus reclames.
Esta é a verdade. E como podereis viver em um mundo à parte, se é neste mundo onde estais que, em cada dia, precisais ganhar a vossa subsistência, para que vos seja possível seguir adiante?

E como podereis viver em um mundo à parte, se o mundo onde viveis tem as suas regras, que vós mesmos criastes para garantir o vosso direito às coisas de que necessitais para sobreviver?
Jamais tereis o vosso mundo à parte, enquanto viverdes no agora. Porque o tempo é fugaz e escorre por entre os vossos dedos; não pode escrever versos, aquele que necessita cultivar o trigo.

A todo instante, fazeis as vossas escolhas. E como o caminhante sedento, que precisa escolher o cantil e desprezar a rosa, guiai-vos sempre pelas necessidades de cada momento.
É assim que fazeis. Recordai, porém, que existe um tempo para cada coisa; e o mesmo homem que desprezou os versos para cultivar a terra, pode encantar-se com a canção do vento no trigal.

Pois o vosso corpo vive no agora, mas na Eternidade mora o vosso verdadeiro Eu. E de vós depende que a vossa alma passeie nos jardins do amanhã, uma vez cumpridas as vossas tarefas.

Porque, eu vos tenho dito, há uma parte de vós que não está limitada pelo tempo, nem pelo espaço; salta entre cometas, deita-se em meio às estrelas, viaja entre o ontem, o hoje e o amanhã.
E é um mundo à parte, dentro de vós.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sexta-feira, 15 de abril de 2016

☜♡☞..."DEUS FALANDO CONTIGO"...☜♡☞



Pára de ficar rezando e batendo no peito!

O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida.
Eu quero que gozes, cantes, te divirtas e que desfrutes de tudo o que Eu fiz para ti.

Pára de ir a esses templos lúgubres,
obscuros e frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa.
Minha casa está nas montanhas, nos bosques,
nos rios, nos lagos, nas praias.
Aí é onde Eu vivo e aí expresso meu amor por ti.

Pára de me culpar da tua vida miserável:
Eu nunca te disse que há algo mau em ti ou que eras um pecador,
ou que tua sexualidade fosse algo mau.
O sexo é um presente que Eu te dei e com o qual podes expressar teu amor,
teu êxtase, tua alegria.
Assim, não me culpes por tudo o que te fizeram crer.

Pára de ficar lendo supostas escrituras sagradas que nada têm a ver comigo.
Se não podes me ler num amanhecer, numa paisagem,
no olhar de teus amigos, nos olhos de teu filhinho...
Não me encontrarás em nenhum livro!
Confia em mim e deixa de me pedir.
Tu vais me dizer como fazer meu trabalho?

Pára de ter tanto medo de mim.
Eu não te julgo, nem te critico, nem me irrito,
nem te incomodo, nem te castigo.
Eu sou puro amor.

Pára de me pedir perdão. Não há nada a perdoar.
Se Eu te fiz...
Eu te enchi de paixões, de limitações, de prazeres,
de sentimentos, de necessidades, de incoerências, de livre-arbítrio.

Como posso te culpar se respondes a algo que eu pus em ti?

Como posso te castigar por seres como és, se Eu sou quem te fez?

Crês que eu poderia criar um lugar para queimar a
todos meus filhos que não se comportem bem,
pelo resto da eternidade?
Que tipo de Deus pode fazer isso?

Esquece qualquer tipo de mandamento,
qualquer tipo de lei;
essas são artimanhas para te manipular, para te controlar,
que só geram culpa em ti.

Respeita teu próximo e não faças o que não queiras para ti.

A única coisa que te peço é que prestes atenção a tua vida,
que teu estado de alerta seja teu guia.

Esta vida não é uma prova, nem um degrau, nem um passo no caminho,
nem um ensaio, nem um prelúdio para o paraíso.

Esta vida é a única que há aqui e agora,
e a única que precisas.

Eu te fiz absolutamente livre.
Não há prêmios nem castigos.

Não há pecados nem virtudes.
Ninguém leva um placar.
Ninguém leva um registro.

Tu és absolutamente livre para fazer da tua vida um céu ou um inferno.

Não te poderia dizer se há algo depois desta vida,
mas posso te dar um conselho.
Viva como se não o houvesse.
Como se esta fosse tua única oportunidade de aproveitar,
de amar, de existir.
Assim, se não há nada, terás aproveitado da oportunidade que te dei.
E se houver, tem certeza que Eu não vou te perguntar
se foste comportado ou não.

Eu vou te perguntar se tu gostaste, se te divertiste...
Do que mais gostaste?
O que aprendeste?
Pára de crer em mim - crer é supor, adivinhar, imaginar.

Eu não quero que acredites em mim.
Quero que me sintas em ti.

Quero que me sintas em ti quando beijas tua amada,
quando agasalhas tua filhinha,
quando acaricias teu cachorro,
quando tomas banho no mar.

Pára de louvar-me!
Que tipo de Deus ególatra tu acreditas que Eu seja?

Me aborrece que me louvem.
Me cansa que agradeçam.

Tu te sentes grato?
Demonstra-o cuidando de ti,
de tua saúde, de tuas relações, do mundo.

Te sentes olhado, surpreendido?...
Expressa tua alegria!
Esse é o jeito de me louvar.

Pára de complicar as coisas e
de repetir como papagaio o que te ensinaram sobre mim.

A única certeza é que tu estás aqui,
que estás vivo,
e que este mundo está cheio de maravilhas.

Para que precisas de mais milagres?

Para que tantas explicações?

Não me procures fora!
Não me acharás.
Procura-me dentro de ti...
aí é que estou."

☜♡☞...☜♡☞


☜♡☞...☜♡☞

As palavras são de Baruch Spinoza
- nascido em 1632 em Amsterdã, falecido em Haia em 21 de fevereiro de 1677, e um dos grandes racionalistas do século XVII dentro da chamada Filosofia Moderna, juntamente com René Descartes e Gottfried Leibniz.
Acredite, essas palavras foram ditas em pleno Século XVII.

☜♡☞...☜♡☞

Menção:
Einstein, quando perguntado se acreditava em Deus, respondeu:
"_Acredito no Deus de Spinoza,
que se revela por si mesmo na harmonia de tudo o que existe."

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 14 de abril de 2016

☜♡☞...ATEMPORAL...☜♡☞



Não se deixe enganar pelo tempo
Ele é ardiloso, te conduz sem que percebas
Num momento um sorriso infantil
Noutro as rugas de preocupação.

Não permita que a solidão dite as normas
A vida escorrega entre os dedos, se não a vivermos
Nada deve ser deixado ao acaso
Ou o ocaso te alcança antes do evento.

Não se deixe enganar pelo tempo
Cada segundo conta, cada minuto faz falta
No agora se faz o hoje
Do hoje se faz o amanhã.

Não vá se perder na ilusão
Crie as perspectivas, use as cores
Os cãs se espalham na fronte
Tudo é relativo, até seus amores...

Não se deixe enganar pelo tempo
nele é traiçoeiro, chega de mansinho
Num momento, do balbuciar ao amar
No outro, sentar e esperar...

Não se deixe enganar pelo tempo
Em um lampejo, acaba o tormento
Se não lança, à aventura ao vento
Nem as lembranças servirão de alento...

__François Camargo__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quarta-feira, 13 de abril de 2016

☜♡☞"NÃO GOSTE DO AMOR! "☜♡☞


Goste de alguém que te ame, alguém que te espere,
Alguém que te compreenda mesmo nos momentos de loucura.
De alguém que te ajude, que te guie,
Que seja seu apoio, tua esperança, teu tudo.

Não goste do amor
Goste de alguém que não te traia,
Que seja fiel, que sonhe contigo,
Que só pense em você, que só pense no teu rosto,
Na tua delicadeza, no teu espírito.
E não no teu corpo, nem em teus bens.

Não goste do amor
Goste de alguém que te espere até o final,
De alguém que sofra junto contigo,
Que ria junto a ti, que enxugue suas lágrimas,
Que te abrigues quando necessário, que fique feliz com tuas alegrias
E que te dê forças depois de um fracasso.

Não goste do amor
Goste de alguém que volte pra conversar com você depois das brigas,
Depois do desencontro.
De alguém que caminhe junto a ti,
Que seja companheiro, que respeite tuas fantasias, tuas ilusões.

Goste de alguém que te ame.
Não goste apenas do amor.
Goste de alguém que sinta o mesmo sentimento por você!

_Luis Fernando Veríssimo _

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 12 de abril de 2016

☜♡☞...QUANDO O AMOR ACONTECE !...☜♡☞



Quando o amor acontece...
A vida torna-se mais suave e delicada.
O mundo ganha novas cores tudo passa a ser belo dentro de nós
Porque o amor faz a vida ser o sonho lindo de viver.

Quando o amor acontece...
Tudo fica abençoado,
porque o amor é divino para a nossa vida,
ele é o dom maior que
temos dentro do nosso coração.

Quando o amor acontece...
A emoção toma conta da nossa vida,
fazendo com que a razão torne-se na suavidade dentro do nosso coração.

Quando o amor acontece...
O romantismo que temos guardado dentro de nós,
aflora em nossa pele,
fazendo com que passamos a sonhar acordados com a beleza do amor.

Quando o amor acontece...
É nesse momento que sabemos como somos privilegiados pela vida,
porque o amor nos escolheu para amá-lo,
tornando a vida o sonho lindo de viver.

__Lucimar Alves__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

domingo, 10 de abril de 2016

☜♡☞"A BELEZA DO PERDÃO"☜♡☞


Durante a nossa vida causamos transtornos na vida de muitas pessoas,
porque somos imperfeitos.
Nas esquinas da vida, pronunciamos palavras inadequadas,
falamos sem necessidade, incomodamos.
Nas relações mais próximas, agredimos sem intenção ou intencionalmente.
Mas agredimos.
Não respeitamos o tempo do outro, a história do outro.
Parece que o mundo gira em torno dos nossos desejos e o outro é apenas um detalhe.
E, assim, vamos causando transtornos.

Esses transtornos tantos mostram que não estamos prontos, mas em construção.
Tijolo a tijolo, o templo da nossa história vai ganhando forma.

O outro também está em construção e também causa transtornos.
E, às vezes, um tijolo cai e nos machuca.
Outras vezes, é o cal ou o cimento que suja nosso rosto.
E quando não é um, é outro.
E o tempo todo nós temos que nos limpar e cuidar das feridas,
assim como os outros que convivem conosco também têm de fazer.

Os erros dos outros, os meus erros.
Os meus erros, os erros dos outros.
Esta é uma conclusão essencial:
todas as pessoas erram.
A partir dessa conclusão,
chegamos a uma necessidade humana e cristã:
o Perdão.
Perdoar é cuidar das feridas e sujeiras.
É compreender que os transtornos são muitas vezes involuntários.
Que os erros dos outros são semelhantes aos meus erros e que,
como caminhantes de uma jornada, é preciso olhar adiante.
Se nos preocupamos com o que passou, com a poeira,
com o tijolo caído, o horizonte deixará de ser contemplado.
E será um desperdício.

O convite que faço é que você experimente a beleza do perdão.
É um banho na alma!
Deixa leve!
Se eu errei, se eu o magoei, se eu o julguei mal,
desculpe-me por todos esses transtornos…
Estou em construção!

__Gabriel Chalita__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 9 de abril de 2016

☜♡☞...AS LIÇÕES DA ÁGUA...☜♡☞


...Ela nunca discute com os obstáculos, ela simplesmente desvia...
Por isso, não gaste energia brigando porque fecharam uma porta pra você, procure as janelas!

A água nunca discute com seus obstáculos, apenas os contorna.
Mostrava-se várias paisagens com cachoeiras e se dizia q mesmo tendo muitas pedras entre elas, a água tão forte e tão delicada desviava de todas e abria um novo caminho para passar.

“A ÁGUA VAI PELO CAMINHO MAIS FÁCIL”
Não pelo caminho mais curto, complicamos tudo, teorizamos, complexamos, valorizamos o trabalho árduo, o sofrimento. Para os sábios orientais, qualquer coisa que exija esforço demais não é natural. Ou as coisas acontecem naturalmente, sem desgastes, ou estamos atrás de alguma coisa que não corresponde às possibilidades do momento. O ego e a ansiedade é que criam o desejo de que os caminhos mais fáceis sejam também os mais curtos.

“A ÁGUA FLUI POR ONDE É POSSÍVEL”
O rio não reclama, não pensa na distância a ser vencida, ele apenas flui, não tem ego, não se aborrece. Isso é sabedoria, deixar a vida fluir, sem se aborrecer, tendo confiança no Pai.

“A AFINIDADE DISPENSA O ESFORÇO”
A água procura o úmido e o fogo procura o seco. Na natureza as coisas acontecem por afinidades, a água corre com mais facilidade numa superfície úmida, se estivesse seca seria sugada antes de fluir, o fogo se propaga melhor num material seco. Nas relações afetivas, nas amizades, nas parcerias de trabalho, as coisas também funcionam dessa forma. Não há esforço, tudo é gratificante. A afinidade une os corações de forma espontânea, não gera conflitos nem discórdias pelo poder.

“A ÁGUA NÃO BRIGA COM OS OBSTÁCULOS”
Quando a água encontra uma pedra pelo caminho, ela não fica histérica, nem parada. Ela não perde energia e tempo por causa de um incidente tão sem importância. A água se desvia da pedra e segue tranquilamente. Em qualquer guerra, briga ou desavenças, os dois lados se machucam!
Os desafios surgem para que possamos ultrapassá-los, sem raiva ou desespero. O ser humano é muito maior do que os obstáculos. Se alguém ofendeu, brigou, faça como a água, desvie-se desta energia densa, tenha compaixão e continue sua caminhada.

“A ÁGUA TEM UMA MISSÃO A CUMPRIR”
Assim como o rio que tem o propósito de levar suas águas para o mar, nós também temos uma missão de vida a cumprir. O rio ao fluir, irriga as margens, deixa matéria orgânica, multiplica a vida por onde passa – humildemente, incondicionalmente. Qual a sua missão? Na nossa caminhada multiplicamos vida, irrigamos de amor as margens, somos solidários?

“A ÁGUA SE ACUMULA ATÉ ENCONTRAR A BORDA MAIS BAIXA”
Diante de um buraco, a água vai para o fundo, se não encontrar saída, ela se acumula e preenche o fosso. O nível da água se eleva até encontrar uma borda mais baixa e assim ela sai do buraco e continua seu fluxo.
Numa situação de dificuldade, deveríamos ir para o fundo, interiorizarmos até naturalmente encontramos a saída mais fácil (borda mais baixa). A água não vacila, não tem medo, não retrocede ante nenhuma queda e nada a faz perder sua natureza essencial. Ela permanece fiel a si mesma em todas as circunstâncias. É a lição da calma e da confiança na vida.

“A ÁGUA AGITADA FICA TURVA” –
Num lago ou rio, quando as águas estão muito agitadas elas ficam turvas. Quando nossa mente está muito agitada, com excesso de pensar, não é possível “ver o fundo”, interiorizar. Quando a água entra em repouso, novamente ela fica cristalina. Quando aquietamos nossa mente encontramos as respostas para todas as nossas questões.

“O QUE MANTÉM A VIDA DA ÁGUA É O FLUXO”
Os grandes mestres perceberam que tudo na vida é fluxo, tal qual a água. A vida é mutação, ciclo, impermanência. A vida só se mantém por causa do fluxo.
Fluxo não é “se deixar levar”, correr. Fluxo é entrar e sair, circular, é aproveitar o que é necessário e eliminar o que não serve mais. O acúmulo de todas as coisas, incluindo ressentimentos e bens materiais, não faz o homem mais feliz.

“O OCEANO É GRANDE PORQUE FICA NO LUGAR MAIS BAIXO”
O oceano fica onde ninguém quer ficar, no lugar mais baixo. Todos nós queremos o pódio, estar “por cima”. Nossa sociedade é competitiva. Só é grande aquele que é humilde. A água não se esforça para ficar nos lugares mais altos, não tem intenção de ir para o topo das montanhas. Ela é o melhor exemplo do que significa servir.
A missão da água é servir. Servir significa beneficiar, usar nosso talento e conhecimentos para colaborar com o desenvolvimento da sociedade. Quando descobrimos, que com qualquer trabalho, por mais humilde que ele possa ser, podemos servir a humanidade, percebemos que somo instrumentos de algo que ultrapassa o ego. O oceano é a receptividade. O oceano não tem preconceitos.

“EXISTE UMA ÚNICA ÁGUA NO MUNDO”
A água que hoje existe na Terra é a mesma desde a sua formação. Ao beber um copo de água, não se bebe apenas água. Bebe-se a memória da água e toda a história do planeta. A água que bebemos hoje, já foi chuva, rio, gelo, já foi vapor, já foi lágrima, urina, orvalho. Esta percepção levou os sábios chineses a ideia de Unicidade. Para eles a água não é só sábia, mas, especialmente sagrada. Como a água é uma só, tudo no mundo é uma coisa só e se tudo é uma coisa só, quando se toca uma parte, toca-se o todo.
E TUDO É SAGRADO.

Baseado no livro “A Sabedoria da Natureza”- Roberto Otsu

☜♡☞...☜♡☞


☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 7 de abril de 2016

☜♡☞... A ESCOLHA...☜♡☞


Cada instante que se vai, jamais retornará.
Irá juntar-se aos que se foram, reduzindo ainda mais o tempo de que dispomos.

Assim como a rosa, que dura apenas o necessário para abrir-se em flor,
também o homem tem o tempo de que necessita, para cumprir a sua missão.

E a missão não é mais que o aprendizado;
pois cada homem que caminha sobre a Terra caminha,
na verdade, para alcançar o seu lugar no Universo.

E o aprendizado não será isento do sofrimento.
Pois como poderia o botão de rosa transformar-se em beleza,
sem suportar o calor do sol ou o sopro do vento?

Tampouco ocorrerá sem alegrias.
Suportaria a rosa o calor do sol, ou o sopro do vento,
não fossem o frescor da noite e a carícia da brisa?

Não deveis, neste mundo, esperar a felicidade.
Assim como não pode o discípulo esperar o seu diploma,
antes de concluído o curso.
Vede, antes,
a vossa caminhada de hoje como a véspera do descanso de amanhã,
que se faz necessário antes de nova jornada.
E assim será, até que alcanceis o vosso destino.

Entretanto, a rosa não busca o sol causticante ou o vento inclemente;
apenas os suporta, encontrando na noite e na brisa o refrigério de que necessita para recompor as forças.

Que vos sirva este exemplo.

Pois vos tenho visto a gastar a maior parte do vosso precioso tempo em esmiuçar o vosso sofrimento,
quando deveríeis desfrutar das vossas alegrias.

Eis que vos afligis a chorar pelo que vos falta,
e esqueceis de sorrir pelo que é vosso.
E, assim fazendo, edificais um castelo de sofrimento,
que a cada dia vos manterá mais prisioneiros de seus muros invisíveis.

A vós, cabe escolher o que vereis.
E se olhardes para o chão, nada vereis além do barro.
Se, entretanto, os levantardes para o céu,
descobrireis a beleza das estrelas e o fascínio do Infinito.

É vossa a escolha.

Lembrai-vos, todavia, de que as trevas nada podem gerar,
além da escuridão cada vez mais densa.
E é a luz, dissipando as trevas, que vos pode mostrar o Caminho.

Buscai, pois, a alegria.
É ela que vos permitirá ouvir a canção da Vida,
e olhar para o amanhecer de cada novo dia
como a promessa de algo maravilhoso em vossa estrada.

Deveis, sempre, fugir ao sofrimento.
E não permitir que os momentos de amargura encontrem,
em vosso coração,
guarida mais prolongada que os instantes de felicidade.

É curto o tempo de cada estada.

E, se assim é, por que o desperdiçareis em sofrer,
se podeis usá-lo para sorrir?
Por que abrigar lembranças amargas,
se dispondes também de doces lembranças?

Em vosso caminho encontrareis,
todos os dias, a inquietude e a paz.

Cabe-vos escolher qual delas caminhará,
por mais tempo, ao vosso lado.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quarta-feira, 6 de abril de 2016

☜♡☞... O SEU TEMPO...☜♡☞


Chegou o tempo de vencer!

Se a noite fecha portas para o amor,
o coração acende uma tocha para iluminar a paixão.

Se a inveja derruba um desejo antigo,
a perseverança constrói pontes para o novo.

Se o desejo anda apagado pela rotina,
a mente pode criar um novo clima.

Se o amigo anda muito distante,
uma visita e um abraço reconfortante.

Se as brigas são constantes,
o silêncio respeitoso pode ser a solução nesse instante.

Se o choro vem de forma abundante,
só a alegria pode secar a lágrima de agora em diante.

Se o tempo anda curto para tanta atividade,
é melhor abandonar alguma coisa, pois logo vem a idade.

Se a sua vida é uma grande reclamação,
está na hora de amar a pessoa que você vê no espelho agora.

Só o amor próprio abre portas onde a esperança não chega.
Só o amor próprio quebra barreiras intransponíveis.
Só o amor próprio faz o amor ser verdadeiro e forte.

Se a vida anda sem doçura, falta encanto na sua alma.
Adoce-se!
Vire criança, descortine a desconfiança.
Acredite no poder de ser melhor a cada momento.
Tudo pode ser transformado.
O diamante bruto sofre, mas vira joia inigualável.
É tempo de transformar-se.
Não há tempo para a reclamação vazia.
Lute mais um pouco.

Se alguém tem que acreditar na vida, esse alguém é você.
Se alguém tem que acreditar em você, esse alguém também é você.
Tudo começa em você e termina onde o céu é o limite.
Seja, creia, lute e vença.
Hoje é o seu tempo.

__Paulo Roberto Gaefke__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 2 de abril de 2016

☜♡☞...POR QUE AS FOLHAS CAEM...☜♡☞


A cada outono,
certas plantas e árvores preparam-se para um repouso necessário e
vital à sua vida e continuação.

Algumas espécies de árvores matizam-se de várias cores,
num maravilhoso contraste entre a melancolia e a beleza extrema.
Depois, uma a uma, as folhas caem, como lágrimas,
até que as árvores, nuas e tristes, abram os braços ao inverno e esperem,
pacientemente, a primavera, que restaurará cada folha caída.

Por que para nós seria diferente?
Por que não perder antes de reencontrar, por que não as lágrimas,
por que não dias áridos, frios e secos?
E por que não a esperança de que a primavera volte?
Porque, creiam, ela volta sempre!

Talvez nos julguemos bons demais para receber o sofrimento,
como se ele fosse sempre símbolo de castigo e
não algo necessário ao nosso crescimento.

As folhas caem e as árvores parecem assim tão desprotegidas,
tão solitárias!...
e eu me pergunto o que faz com que sobrevivam.

Elas entendem que esse período é necessário à sua renovação.
Elas aceitam, doam-se e esperam e recebem de volta,
no tempo oportuno.

Assim somos nós com todas as perdas que sofremos,
com as lágrimas que escorrem e salgam nossa boca,
com o tempo que parece interminável ou as noites longas demais.

Tanto que não entendemos e não aceitamos o sofrimento,
ele se prolongará. Tanto que não vemos isso como uma fase,
apenas uma fase, a ferida estará aberta e sangrará.

Não aceitar o outono e negar o inverno não faz com que não existam.
Apenas nos deixam fora de uma realidade que chega pra todo mundo.

Não somos maus demais para recebê-los como um castigo e
nem bons demais para que possamos não acolhê-los.

As árvores perdem as folhas e perdemos os nossos.
Elas choram e choramos também.
Elas esperam e nada há que nos impeça de esperar.

E elas recebem, a seu tempo determinado,
novos galhos e novas folhas, novas flores e novos frutos.
Sentem-se assim completas.

Somos assim o que somos e o mesmo Deus que sustenta as árvores,
nos sustenta a nós!

E Ele nos poda, nos molda,
nos deixa nus e aparentemente sem defesa,
mas está sempre presente e estará ainda quando a primavera voltar,
quando seremos, depois do inverno frio,
renovados e prontos para recomeçar.


__Letícia Thompson__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sexta-feira, 1 de abril de 2016

☜♡☞"VOSSA LUZ INTERIOR"☜♡☞



Cultivai a vossa luz interior.

Pois é ela que ilumina as coisas que vos cercam.
E, ainda que às vezes as trevas pareçam ocultar todo o horizonte,
a vossa luz será capaz de dissipá-las e indicar-vos o melhor caminho.
Se, ao contrário, deixardes que se apague,
nem toda a luz do mais radioso dia de sol poderá aclarar a vossa visão;
ou mostrar-vos as cores que trariam a alegria de volta ao vosso mundo.

Todo o tempo, vos acompanha o Coração do Universo.
E a Sua mão proverá sempre às vossas necessidades,
amparando os vossos passos.
Deveis, entretanto, fazer a vossa parte.
Porque está escrito que a cada um será dado de acordo com as suas obras.
E ninguém pode esperar colher a luz,
se permite que em seu coração possam abrigar-se as raízes da escuridão.

Afastai de vós o torpor do desânimo e cultivai o otimismo;
este é o primeiro passo,
para que vos seja dado reencontrar a alegria e voltar a ouvir a doce canção da fé,
da Vida e da esperança.
Esta é a canção que o Universo canta,
todos os momentos, aos ouvidos do vosso verdadeiro Eu.
E as suas notas estão no calor do dia,
na serenidade da noite e no botão que se torna flor.

Sim; é nos pequeninos milagres que vos cercam,
que percebereis o imenso milagre da Vida.
Como é em cada lembrança de amor,
que descobrireis o fascínio amargo e doce da saudade.
É de vós, e apenas de vós,
que dependem as decisões que ireis tomar e o caminho que seguireis;
assim eu vos tenho dito.
Acreditar em um futuro melhor é o caminho para que o possais construir.

Abandonai os pensamentos pessimistas.
Embora a tristeza por vezes vos encontre,
é sempre a alegria que devereis procurar;
nela que encontrareis as forças para seguir em frente.
Recordai o vosso passado.
E decerto lembrareis que muitos momentos houve em que tudo vos pareceu perdido;
mas o Universo veio em vosso socorro e os sofrimentos se foram no tempo.

Acreditai que assim será, mais uma vez.
Necessitais plantar, para colher;
e é na escolha das sementes,
que começa o trabalho do plantio.
Escolhei os melhores grãos e tereis a melhor seara.

Escolhei os melhores sentimentos,
para plantar em vosso coração;
ainda que os irrigueis com as vossas lágrimas,
havereis de aquecê-los com os vossos sorrisos.
E farta será a vossa colheita.

Cultivai a vossa luz interior.
E ela iluminará o mundo ao vosso redor.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞