sexta-feira, 30 de março de 2012

"BORBOLETE-SE"


“Rudolf Steiner, pai da Antroposofia, disse que
“as borboletas são flores que se desprenderam da terra…
E que as flores são borboletas que a terra apreendeu…”
Seja como for, se as flores marcam a primavera,
as borboletas são seu símbolo maior.
São quatro fases da mesma vida:
ovo, lagarta, crisálida e borboleta.
Enquanto ovo, é princípio vivo, puro.
Representa a potencialidade do ser,
guardada dentro de um invólucro de heranças parentais.
É fundamental para desenvolver a solidez das bases estruturais do indivíduo.
Mas num determinado momento, torna-se necessário romper com essa capa de proteção,
para caminhar sobre as próprias pernas.
A lagarta tem o aprendizado da terra, do rastejar,
das coisas que se processam lentamente.
Simboliza os cuidados com o mundo físico,
com os aspectos materiais que compõem a existência cotidiana.
Pode ser o lado pesado da vida.
A crisálida é o encapsular para gestar.
É como se retornasse ao estágio do ovo, mas só que por escolha pessoal.
É criar um casulo para si mesmo, como forma de conectar-se com seus sentimentos,
sua interioridade e seus próprios desejos.
E, finalmente, as asas libertam a borboleta!
Mas, para se chegar à borboleta, é preciso superar o conforto e a comodidade do “já conhecido”…
É preciso deixar morrer o velho e partir ao encontro das possibilidades em aberto, sem certezas, sem garantias.
A borboleta é a lição viva de que tudo é passageiro.
Assim também somos nós…
Uns vivem para sempre no ovo…
Outros jamais passam de lagarta…
E tem gente que vive gestando um sonho, um ideal,
mas sem nada realizar…
Ainda existem aqueles que, com esforço, se libertam,
ganham asas e voam leves!
Pousam aqui e ali, no colorido das flores, e só de existir fazem a vida mais bela!
Identifique em que fase você está e observe como fazer para processar a sua metamorfose.
Viver é cumprir fase por fase.
Desapegar-se do antigo e entregar-se ao novo até ser capaz de voar.
Desperte e tente uma nova forma!
Deixe acontecer em você esse misterioso processo de se abrir para florescer!
Deixe aparecer suas asas, suas melhores cores, seu vôo!”

Texto:
Ana Ester Nogueira

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞



Músca:
With An Orquid - YANNI

sábado, 17 de março de 2012

"VOZ DO CORAÇÃO"


Voz do Coração um sussurro de vida
eco de amor
dentro da luz de devoção
sopro da vida a viver neste momento
vida de amor para ser tocado em todos os sentidos
dentro das melodias deste mundo maravilhoso
para cumprir o coração de sonhos
para abrir a divindade central primal
que alimenta a alma da luz do infinito
refletir a luz na Terra
para respirar a paz na serenidade do ser
este sagrado mundo divino
dentro do esplendor da criação
sussurros do coração de sonhos
ansiando por uma palavra iluminada de toda a eternidade
não há fim para o seu infinito
o playground céus do amor
dentro do momento se encontra a verdade
silenciosa saber de ser branco na criação
alegrar dentro da experiência Terra
e brilhe a luz do amor
construção do tesouro do despertar espiritual
para proteger os inocentes de ser
dentro de toda uma centelha preciosa
uma chamada a partir do início de todos os Eternidade
um desejo feito de um tempo passado todos os tempos
de uma experiência do mundo
o universo além da imaginação
para criar o sonho de uma vida de amor
viver mil momentos de paz
uma vida cheia de amor no mundo real da divindade
(dat)
Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞



VOICE OF THE HEART
VOZ DO CORAÇÃO





Tradução do Texto:
Ninna Angel☜♡☞

quinta-feira, 15 de março de 2012

"CORES DA AMIZADE"




Houve uma vez que as cores do mundo começaram uma disputa entre si.
Cada uma reivindicava para si que era a melhor.
A mais importante. A mais útil. A favorita...

A cor verde disse:
- "Claro que sou a mais importante. Eu sou sinal de vida e de esperança.
Eu fui a escolhida para grama, árvores e folhas.
Sem mim, morreriam todos os animais.
Examine o campo e verá que sou maioria".

A cor azul interrompeu:
- "Você só pensa na terra, mas deve considerar o céu e o mar.

A água é a base de vida e é retirada pelas nuvens do mar profundo.
O céu dá espaço e paz e serenidade. Sem minha paz, você não seria nada".

Amarelo riu:
- "Você é sempre tão séria. Eu trago risada, alegria, e calor para o mundo.
O sol é amarelo, a lua é amarela, as estrelas são amarelas.

Toda vez que se olha para um girassol, o mundo inteiro começa a sorrir.
Sem mim não haveria nada divertido".

Laranja, estando próximo, colocou a boca no trombone:
- "Eu sou a cor da saúde e força. Eu posso estar escassa, mas eu sou preciosa
porque eu sirvo as necessidades da vida humana.

Eu levo as vitaminas mais importantes. Pense em cenouras, abóboras,
laranjas e mamões.

Eu não fico vadiando o tempo todo, mas quando eu encho o céu ao amanhecer
ou no pôr-do-sol, minha beleza é tão impressionante que ninguém mais pensa
em qualquer uma de vocês".

Vermelho não agüentou por muito tempo e gritou:
- "Eu governo todos vocês. Eu sou sangue - o sangue de vida!
Eu sou a cor de perigo e de coragem. Eu estou disposto a lutar por uma causa.

Eu trago fogo no sangue. Sem mim, a terra estaria tão vazia quanto a lua.
Eu sou a cor da paixão e do amor".

Rosa já cheia de tudo, falou com grande pompa:
- "Eu sou a cor da realeza e do poder. Reis, chefes, e bispos sempre
me escolheram porque eu sou sinal de autoridade e sabedoria.

As pessoas não me questionam! Elas escutam e obedecem ".
Finalmente índigo, muito mais calma que todas as outras,
mas da mesma maneira e com muita determinação:

- "Pensem em mim. Eu sou a cor do silêncio.
Vocês nem sempre me notam, mas sem mim todos vocês ficam superficiais.

Eu represento o pensamento e a reflexão, crepúsculo e água profunda.
Vocês precisam de mim para o equilíbrio e para o contraste, para a oração
e para a paz interior".

E assim as cores se ostentavam, cada uma se convenceu de sua superioridade.
A disputa cada vez mais acirrada.

De repente um flash surpreendente de um trovão iluminou tudo.
A chuva verteu implacavelmente. As cores se encolheram de medo,
enquanto procuravam ficar perto uma da outra.

No meio do barulho, a chuva começou a falar:

- "Você cores tolas, lutando entre si, cada uma tentando dominar as outras.
Vocês não sabem que cada cor traz um propósito especial,
nem igual e nem diferente? Dêem as mãos e venham a mim".

Fazendo como lhes fora dito, as cores se uniram e deram-se as mãos.

A chuva continuou:

- "De agora em diante, quando chover, cada uma de vocês se estirará pelo
céu em um grande arco de cor para lembrar que se pode viver em paz.
Criarão o arco-íris. E o Arco-íris será sempre um sinal de esperança".

E assim, sempre que uma boa chuva lava o mundo, um arco-íris aparece
no céu, mostrando a amizade entre as cores que dura
até hoje e durará para sempre.


Inspirational Stories
Tradução SergioBarros


Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

ALÉM DO HORIZONTE -LUIZA POSSI

sábado, 10 de março de 2012

"CARTA DE UM ANJO"


Sou feito de sentimentos, emoções, de luz, de amor.
Sou a voz que você ouve quando pede um conselho,
sou quem te toma nos braços quando necessita, talvez, agora,
enquanto lê essas palavras, eu esteja aí, ao seu lado,
olhando dentro dos seus olhos como quem quisesse enxergar o que teu coração demonstra,mais tarde...
à noite, quando você se deita...
sou quem nina seus sonhos sentado ao seu lado esperando você dormir...
dizendo que tudo vai ficar bem.
Se ao menos você pudesse me perceber,
se notasse o que sinto ao seu lado...
basta você querer, basta por alguns instantes esquecer seus problemas, fechar os olhos,
como se nada mais existisse,
me deixe chegar perto de ti... te abraçando...
sinta meu coração batendo ao compasso do teu...
sinta que não está sozinha, nunca esteve!
Apenas esqueceste de olhar mais com os olhos do teu coração...
então abra os olhos... veja os meus... me conheça.
Quem sou eu pra pedir para que me note?
Apenas um anjo que se deixa levar por suas emoções,
que desconhece o que é errado... se entrega, se rende...
vagando por estrelas, nuvens, pelo céu escuro da noite...
olhando pelos outros, despertando amores, anseios,
paz nas almas que fraquejam, sentado ali de cima olhando você...
te observando...
deixando, às vezes, uma lágrima cair e se fazer uma gota de sereno
que te toca os lábios...
lágrima essa por não poder nada mais que apenas te ver...
sentir sem poder tocar.
Manifestando através de pequenas coisas, como um sorriso sincero nos lábios de alguém que você não conhece,
o toque de uma criança a te fazer carinho,
palavras escritas nas páginas de um livro que te chamam atenção, palavras que mexem e emocionam o coração ditas do nada,
como um sussurro em seu ouvido...
e se um dia uma brisa leve e suave tocar seu rosto, não tenha medo,
é apenas minha saudade que te beija em silêncio.
Os humanos têm um hábito muito peculiar de julgar seus semelhantes por sua aparência, de rotular pessoas as quais nunca viram...
apenas pelo modo como ela se apresenta...
porém, consigo ver dentro de cada um o que realmente são...
e me assusto algumas vezes em como podem os humanos deixar-se levarem por embalagens, por invólucros...
deixam de terem muitas vezes ao seu lado verdadeiros tesouros, amizade sincera, lealdade, companheirismo...
simplesmente por não terem gostado do rosto do indivíduo.
Imagine uma roseira cheia de espinhos, ninguém acreditaria que dela pudesse brotar uma rosa tão bela, sensível e delicada.
É do interior que nascem as flores.
Pude conhecer seu interior...
me deparei com uma flor linda...
e com muitas qualidades.
Se preserve assim...
muitas vezes é melhor sermos o que realmente somos...
a viver como as pessoas acham que deveríamos ser...
Não existe ninguém melhor, ou pior que ninguém...
apenas diferentes umas das outras e essas diferenças são que mostram quem realmente você é.
Fico assim...
dizendo as coisas que me aparecem dentro do peito, contando o que se passa em mim, como se estivesse desabafando...
pois Deus nos fez para cuidar dos outros...
e quem cuidará de nós?
Continuarei aqui...
meio que escondido, ao teu lado, te olhando, te sentindo...
esperando para que um dia você deixe seu coração "olhar" e me ver... daí, enfim, poderia eu mostrar o quanto você é especial pra mim.
Um poema deixado no ar, palavras implorando para viver como uma estrela que o dia não vê e que espera a noite chegar para poder mostrar-se, a canção de amor que sai da sua boca...
são as coisas que sempre sussurro ao seu coração, tento traduzir emoções que nunca senti antes, algo realmente novo pra mim, paz, atracção, paixão, amor, algo especial... sincero... verdadeiro.

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞


ANGEL - CIDADE DOS ANJOS


quinta-feira, 8 de março de 2012

"SER MULHER"


É viver mil vezes em apenas uma vida.
É lutar por causas perdidas e sempre
sair vencedora.
É estar antes do ontem e depois do amanhã.
É desconhecer a palavra recompensa
apesar dos seus atos.

Ser mulher...
É caminhar na dúvida cheia de certezas.
É correr atrás das nuvens num dia de sol.
É alcançar o sol num dia de chuva.

Ser mulher...
É chorar de alegria e muitas vezes
sorrir com tristeza.
É acreditar quando ninguém mais acredita.
É cancelar sonhos em prol de terceiros.
É esperar quando ninguém mais espera.

Ser mulher...
É identificar um sorriso triste e
uma lágrima falsa.
É ser enganada, e sempre dar mais
uma chance.
É cair no fundo do poço,
e emergir sem ajuda.

Ser mulher...
É estar em mil lugares de uma só vez.
É fazer mil papeis ao mesmo tempo.
É ser forte e fingir que é frágil...
Pra ter um carinho.

Ser mulher...
É se perder em palavras e depois perceber
que se encontrou nelas.
É distribuir emoções que nem
sempre são captadas.

Ser mulher...
É comprar, emprestar, alugar, vender
sentimentos, mas jamais dever.
É construir castelos na areia, ve-los
desmoronados pelas águas.
E ainda assim amá-los.

Ser mulher...
É saber dar o perdão...
É tentar recuperar o irrecuperável.
É entender o que ninguém
mais conseguiu desvendar.

Ser mulher...
É estender a mão a quem ainda não pediu.
É doar o que ainda não foi solicitado.

Ser mulher...
É não ter vergonha de chorar por amor.
É saber a hora certa do fim.
É esperar sempre por um recomeço.

Ser mulher...
É ter a arrogância de viver
apesar dos dissabores,
das desilusões, das traições
e das decepções.

Ser mulher...
É ser mãe dos seus filhos...
Dos filhos de outros.
É amá-los igualmente.

Ser mulher...
É ter confiança no amanhã
e aceitação pelo ontem.
É desbravar caminhos difíceis
em instantes inoportunos.
E fincar a bandeira da conquista.

Ser mulher...
É entender as fases da lua por
ter suas próprias fases.
É ser "nova" quando o coração
está à espera do amor.
Ser "crescente" quando o coração está
se enchendo de amor.
Ser "cheia" quando ele já está
transbordando de tanto amor.
E ser "minguante" quando esse
amor vai embora.

Ser mulher...
É hospedar dentro de si o sentimento
do perdão.
É voltar no tempo todos os dias
e viver por poucos instantes.
Coisas que nunca ficarão esquecidas.

Ser mulher...
É cicatrizar feridas de outros
e inúmeras vezes deixar.
As suas próprias feridas sangrando.

Ser mulher...
É ser princesa aos 20...
Rainha aos 30...
Imperatriz aos 40 e... "Especial" a vida toda.

Ser mulher...
É conseguir encontrar uma flor no deserto.
Água na seca... Labaredas no mar.

Ser mulher...
É chorar calada as dores do mundo e
Em apenas um segundo, já estar sorrindo.
Ser mulher...
É subir degraus e se os tiver que descer
não precisar de ajuda.
É tropeçar, cair e voltar a andar.

Ser mulher...
É saber ser super-homem quando o sol nasce.
E virar cinderela quando a noite chega.

Ser mulher...
É ter sido escolhida por Deus
para colocar no mundo os homens.

Ser mulher...
É acima de tudo um estado de espírito.
É uma dádiva...
É ter dentro de si um tesouro escondido
E ainda assim dividí-lo com o mundo!

Silvana Duboc

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

WOMAN - JOHN LENNON - TRADUÇÃO

quarta-feira, 7 de março de 2012

"AMOR ETERNO"


Chamo você a todo instante,
sinto a necessidade de ter você ao meu lado,
nem que seja por alguns momentos roubados...

Seu amor, seu carinho e sua ternura para comigo,
só faz aumentar a cada dia que passa,
este imenso, terno e puro amor que todo o meu
ser reserva só para você...

Chamo você a todo instante,
sei que mesmo estando distante,
chego até você através de meus apensamentos....

Eles seguem carregadinhos de saudades,
desejos, e também te levando a paz que tenho dentro de mim
emana ao lembrar de todos os nossos mais sublimes momentos...

Chamo você a todo instante,
quero nesta busca incessante me sentir perto de você...

Você é e sempre será a minha esperança de vida com a realização do
maior sonho que possuo:
Ser feliz e querer você vivendo também nessa imensa felicidade...

Chamo você a todo instante,
ew como é bom chamar seu nome...

Ele soa como uma doce palavra de esperança.
a mesma esperança que nunca deixei esmorecer...

E hoje, sei que ela está acesa,
muito mais que imaginava...

Chamo você a todo instante,
pois cada vez mais acredito que um grande amor é eterno...

Os momentos que nele vivemos ficam gravados para sempre em nossa lembrança,
aguardando que a qualquer instante, todos eles retornem
para vivermos intensamente tudo outra vez...

Chamo você a todo instante e o chamarei por toodos o sempre, se preciso...

Não tenho pressa, pois o Meu Amor é Eterno e ele terá a
Eternidade só para esperar...
(CRISZINHA)

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

Música:
A LOVE SO BEAUTIFUL - ROY ORBINSON

AMOR ETERNO - VÍDEO

terça-feira, 6 de março de 2012

"COMO SE ESCREVE AMOR?"




Quando Joey tinha somente cinco anos, a professora do jardim de infância
pediu aos alunos que fizessem um desenho de alguma coisa que eles amavam.

Joey desenhou a sua família. Depois, traçou um grande círculo com lápis
vermelho ao redor das figuras.

Desejando escrever uma palavra acima do círculo, ele saiu de sua mesinha
e foi até à mesa da professora e disse:

- Professora, como a gente escreve...?

Ela não o deixou concluir a pergunta. Mandou-o voltar para o seu lugar
e não se atrever mais a interromper a aula.

Joey dobrou o papel e o guardou no bolso.

Quando retornou para sua casa, naquele dia, ele se lembrou do desenho
e o tirou do bolso. Alisou-o bem sobre a mesa da cozinha, foi até sua mochila,
pegou um lápis e olhou para o grande círculo vermelho.

Sua mãe estava preparando o jantar, indo e vindo do fogão para a pia, para
a mesa. Ele queria terminar o desenho antes de mostrá-lo para ela e disse.

- Mamãe, como a gente escreve...?

- Menino, não dá para ver que estou ocupada agora?

Vá brincar lá fora. E não bata a porta, foi a resposta dela.

Ele dobrou o desenho e o guardou no bolso.

Naquela noite, ele tirou outra vez o desenho do bolso. Olhou para o grande
círculo vermelho, foi até à cozinha e pegou o lápis.

Ele queria terminar o desenho antes de mostrá-lo para seu pai.

Alisou bem as dobras e colocou o desenho no chão da sala, perto
da poltrona reclinável do seu pai e disse .

- Papai, como a gente escreve...?

- Joey, estou lendo o jornal e não quero ser interrompido. Vá brincar
lá fora. E não bata a porta.

O garoto dobrou o desenho e o guardou no bolso. No dia seguinte, quando
sua mãe separava a roupa para lavar, encontrou no bolso da calça do filho
enrolados num papel, uma pedrinha, um pedaço de barbante e duas bolinhas
de gude. Todos os tesouros que ele catara enquanto brincava fora de casa.

Ela nem abriu o papel. Atirou tudo no lixo.

Os anos passaram...

Quando Joey tinha 28 anos, sua filha de cinco anos,

Annie fez um desenho. Era o desenho de sua família.

O pai riu quando ela apontou uma figura alta, de forma indefinida
e ela disse.

- Este aqui é você, papai! A garota também riu. O pai olhou pra o grande
círculo vermelho feito por

sua filha, ao redor das figuras e lentamente começou a passar o dedo sobre
o círculo.

Annie desceu rapidamente do colo do pai e avisou: eu volto logo!

E voltou. Com um lápis na mão.

Acomodou-se outra vez nos joelhos do pai, posicionou a ponta do lápis
perto do topo do grande círculo vermelho e perguntou.

- Papai, como a gente escreve amor? Ele abraçou a filha, tomou a sua
mãozinha e a foi conduzindo,

devagar, ajudando-a a formar as letras, enquanto dizia: amor, querida,
amor se escreve com as letras

T...E...M...P...O (TEMPO).

Conjugue o verbo amar todo o tempo. Use o seu tempo para amar.
Crie um tempo extra para amar, não esquecendo que para os filhos, em especial,
o que importa é ter quem ouça e opine, quem participe e vibre, quem conheça
e incentive.

Não espere seu filho ter que descobrir sozinho como se soletra amor,
família, afeição.

Por fim, lembre: se você não tiver tempo para amar, crie.

Afinal, o ser humano é um poço de criatividade e o tempo...

Bom, o tempo é uma questão de escolha.
(DA)

Carinhosamente,
Ninna Angel ☜♡☞

YANNI





segunda-feira, 5 de março de 2012

"NO MEU CORAÇÃO"





Foi você o responsável pelo meu sorriso,
que hoje, brilha como uma luz
Você foi o causador de todos
os momentos bons.

Chegou, encantou, ficou...
Como uma imagem que nunca se apaga,
nunca se esvazia, que à cada vez que olho,
descubro mais qualidades...

Você foi o causador de tudo isso...
Da minha paz reconquistada,
do meu equilíbrio equilibrado,
do meu caminho aberto novamente.

E quanto mais penso em você, mais tenho vontade
de viver, pois agora a vida é ainda mais linda,
o amanhecer traz sempre mais esperança,
a noite escurece a minha tarde,
mas ilumina meu coração.

Você me causou a certeza de que vale
a pena tudo, que posso seguir em frente,
sem medo, acreditando sempre que
vou encontrar o meu sonho...

Você é o motivo da minha vida
ser ainda melhor.

VOCÊ HOJE E SEMPRE NO MEU CORAÇÃO
(DA)

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

AS COISAS TÃO MAIS LINDAS - NANDO REIS

domingo, 4 de março de 2012

"A PEDRA DA FELICIDADE"


Nos tempos das fadas e bruxas, um moço achou em seu caminho uma pedra
que emitia um brilho diferente de todas as que ele já conhecera.

Impressionado, decidiu levá-la para casa.

Era uma pedra do tamanho de um limão e pertencia a uma fada, que
a perdera por aqueles caminhos, em seu passeio matinal.

Era a Pedra da Felicidade. Esta pedra possuía o poder de transformar
desejos em realidade.

A fada, ao se dar conta de que havia perdido a pedra, consultou sua fonte
de adivinhação e viu o que havia ocorrido.

Avaliou o poder mágico da pedra e, como a pessoa que a havia encontrado era um jovem de família pobre e sofredora, concluiu que a pedra poderia ficar em seu poder, despreocupando-se quanto à sua recuperação.

Decidiu ajudá-lo.

Apareceu ao moço em sonho e disse-lhe que a pedra tinha poderes para atender a três pedidos: um bem material, uma alegria e uma caridade.

Mas que esses benefícios somente poderiam ser utilizados em favor
de outras pessoas. Para atingir o intento, cabia-lhe pensar no pedido
e apertar a pedra entre as mãos.

O moço acordou desapontado. Não gostou de saber que os poderes da pedra
somente poderiam ser revertidos em proveito dos outros.

Queria que fossem para ele.

Tentou pedir alguma coisa para si, apertando a pedra entre as mãos,
sem êxito.

Assim, resolveu guardá-la, sem muito interesse em seu uso.

Os anos se passaram e este moço tornou-se bem velhinho.

Certo dia, rememorando seu passado concluiu que havia levado uma vida infeliz, com muitas dificuldades, privações e dissabores.

Tivera poucos amigos, porém, reconhecia ter sido muito egoísta.
Jamais quisera o bem para os outros.

Antes, desejava que todos sofressem tanto quanto ele. Reviu a pedra
que guardara consigo durante quase toda sua existência e lembrou-se
do sonho e dos prováveis poderes da pedra.

Decidiu usá-la, mesmo sendo em proveito dos outros.
Assim, realizou o desejo de uma jovem, disponibilizando-lhe um bem material.

Proporcionou uma grande alegria a uma mãe revelando o paradeiro
de uma filha há anos desaparecida e, por último, diante de um doente, condoeu-se de suas feridas, ofertando-lhe a cura.

Ao realizar o terceiro benefício, aconteceu o inesperado:
a pedra transformou-se numa nuvem de fumaça e, em meio a esta nuvem,
a fada - vista no sonho que tivera logo ao achar a pedra - surgiu, dizendo:

- Usaste a Pedra da Felicidade. O que me pedires, para ti, eu farei.
Antes, devias fazer o bem aos outros, para mereceres o atendimento
de teu desejo.

Por que demoraste tanto tempo para usá-la?

O homem ficou muito triste ao entender o que se passara.

Tivera em suas mãos, desde sua juventude, a oportunidade de construir
uma vida plena de felicidade, mas, fechado em seu desamor jamais
pensara que fazendo o bem aos outros colheria o bem para si mesmo.

Lamentando o seu passado de dor e seu erro em desprezar os outros,
pediu comovido e arrependido:

- Dá-me, tão somente, a felicidade de esquecer o meu passado egoísta.


(AD)

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

CLOUSE YOUR EYES - BUDDHA BAR

sábado, 3 de março de 2012

"AMOR E LIBERDADE"



Você vê uma borboleta e a toma em suas mãos...

Você vê sua beleza e a coloca em seu coração...

Desejando mantê-la consigo,
você fecha as mãos em torno dela,
com receio de que voe e se vá...

Com grande alegria você pensa:
"AGORA POSSO TÊ-LA PARA SEMPRE..."

Logo a alegria se vai,
pois a beleza da borboleta já não é mais a mesma...

Parte de sua beleza era a sua liberdade...

A borboleta sente-se traída,
alguma coisa cruel afastou-a de sua liberdade...

Em pânico, ela se debate para libertar-se,
apenas fazendo você apertá-la mais forte...

Percebendo como a borboleta deve estar se sentindo
você abre suas mãos...

Ela voa novamente para longe,
agradecida por sentir-se livre outra vez...

Você, então, pensa
em palavras que há muito havia esquecido:

"SE VOCÊ AMA ALGUMA COISA, DEIXE-A LIVRE.
SE VOLTAR, É SUA.
SE NÃO VOLTAR, NUNCA FOI..."
(Sarah Mengel)

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

EL CONDOR PASA - SIMON & GARFUNKEL







sexta-feira, 2 de março de 2012

"TAÇA DE SORVETE"




Numa época em que um sorvete custava muito menos do que hoje, um menino
de 10 anos entrou na lanchonete de um hotel e sentou a uma mesa.

Uma garçonete colocou um copo de água na frente dele.

"Quanto custa um sundae?"
ele perguntou.
"50 centavos"
respondeu a garçonete.

O menino puxou as moedas do bolso e começou a contá-las.
"Bem, quanto custa o sorvete simples?"
ele perguntou.

A essa altura, mais pessoas estavam esperando por uma mesa e a garçonete,
perdendo a paciência.
"35 centavos", respondeu ela, de maneira brusca.

O menino, mais uma vez, contou as moedas e disse:
"Eu vou querer, então, o sorvete simples".

A garçonete trouxe o sorvete simples, a conta, colocou na mesa e saiu.

O menino acabou o sorvete, pagou a conta no caixa e saiu.

Quando a garçonete voltou, ela começou a chorar à medida em que ia limpando a mesa,
pois ali, do lado do prato, havia 15 centavos em moedas, ou seja, o menino não pediu
o sundae porque ele queria que sobrasse a gorjeta para ela.


********

Não feche os olhos paras as pequenas coisas do dia a dia, não as ignore,
porque você pode estar deixando uma grande oportunidade passar sem perceber
e esta oportunidade pode ser aquela que justamente iria mudar a sua vida.
(AD)

Carinhosamente,
Ninna Angel☜♡☞

PRISM OF LIFE - ENIGMA