sexta-feira, 15 de outubro de 2010

"MULHER MENINA MULHER"



**MULHER MENINA MULHER**


Guardo em meu sono...
A loba que habita em mim...
E em memórias nunca semearei...
Discórdia em noites de vendaval...

Observo as estrelas da noite...
Serenas com o silêncio...
Onde por vezes embargo a voz...

Ao som desta cidade...
Onde agora caminho livre...
Nos caminhos dentro de mim...

Nos muros pinto tua imagem...
No sorriso disfarço a tristeza...
No pensamento eu viajo...

Depois de nada adiantará...
Dizer mulher menina mulher...
Minha alma é imensa de desejos...

Nesta tristeza de falar das recusas...
Assim sou sem disfarce...
Nesta entrega que acredito...
Neste delírio de amar e sentir o amor...

Nesta sede imensa que espero...
Carrego agora no sonho...
Minha poesia na revelação...
De meus dias...

No enredo da vida...
Não aprendi os agrados falsos...
Só sei o que minha alma dita...
Que por amor vale a pena sempre...

Nas marés altas procuro sempre...
Ver as coisas boas do outro...
Nas correntes que habitam em mim...
Procuro sempre por outro ângulo...

Ver os azuis os verdes as ondas...
O arco-íris no horizonte em canto...
Onde algum dia de nada adiantará...
Dizer-me mulher menina mulher...

Tu desenhas o amor e atrai cada...
Onda do mar em cantos...
Onde agora brota as paixões...

Em secretas vozes com palavras...
Onde de nada adiantará...
Dizer-me mulher menina mulher..
Vania Staggemeier

Carinhosamente,
Ninna Angel♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário