domingo, 20 de maio de 2018

☜♡☞...TEMPESTADES E CALMARIAS..☜♡☞


Não podemos controlar as nossas vidas.

Mas podemos escolher os nossos caminhos.
Assim como o navegante,
que não tem controle sobre o oceano e os ventos,
ajusta as velas do seu barco,
para seguir rumo ao porto que deseja.

E o homem que viaja no deserto,
embora não possa controlar as tempestades de areia,
aprende a identificar os seus sinais e buscar um local seguro,
que o abrigue até que possa prosseguir a jornada.

O imprevisto faz parte da viagem.
E os mistérios que se ocultam,
atrás de cada curva do caminho,
nos oferecem as alegrias das boas surpresas;
ou o desafio de superar os obstáculos que surgem.

Lembrai-vos, sempre, de que o agricultor,
ao cultivar a seara,
não tem qualquer controle sobre os fatores da natureza.
Ele apenas prepara o solo,
lança as sementes que escolhe e cuida da plantação.

Molha o terreno,
quando a chuva se faz escassa; abre valas,
quando a água em excesso se torna ameaça.
Trabalha, com todas as ferramentas ao seu alcance,
para que possa ter uma boa colheita.

Assim faz o homem sensato.
Não são os imprevistos da vida,
que determinarão os nossos caminhos;
mas a forma como a eles reagirmos.
Porque é o leme, não o vento,
que define o rumo do barco.

Cuidemos, portanto, da nossa seara.
Preparemos o nosso coração e a nossa mente;
plantemos as melhores sementes e cuidemos delas,
dia a dia,
para que possamos ter a colheita que desejamos.

Não nos deixemos abalar pelos imprevistos.
É porque existem as montanhas,
que nos tornamos capazes de escalá-las;
porque existem abismos, criamos pontes;
por existirem mares, construímos barcos.

É porque existem os desertos,
que nos alegramos ao encontrar um oásis;
porque a sede tortura, que a água fresca é tão boa.
É porque a saudade é amarga,
que nos sentimos felizes no reencontro.

Sim; os acasos influem em nossas vidas;
e muitas vezes,
nos fazem passar por caminhos que
não pensávamos percorrer.
Porém, o verdadeiro Eu é a nossa bússola:
deixemos que nos aponte o norte
.
Não podemos impedir que a chuva caia.
Entretanto,
podemos entristecer-nos porque nos mantém em casa;
ou ajeitar-nos sob as cobertas e
pensar no cheiro gostoso da terra molhada,
que virá depois.

Eu vos tenho dito: a escolha é sempre nossa.
Por isto,
há pessoas que se encantam
ao entrar em um jardim de rosas;
e outras que se assustam e encolhem,
diante do medo que têm aos espinhos.

Em nossa jornada, existirão borrascas e calmarias.
E o navegante que desfrutará da beleza do oceano e
chegará ao porto não é o que pula do barco,
apavorado, quando as ondas se mostram mais fortes.

Mas aquele que é capaz de enfrentar as tempestades.

__HASSAN__


☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quinta-feira, 17 de maio de 2018

☜♡☞..HOJE NÃO VOU FALAR DE AMOR..☜♡☞


Já falou-se tanto em amor, amizade e paixão...
Que tal falarmos do que não é amor?

Se você precisa de alguém para ser feliz,
isso não é amor...
É CARÊNCIA.

Se você tem ciúme, insegurança e
faz qualquer coisa para conservar alguém ao seu lado,
mesmo sabendo que não é amado,
e ainda diz que confia nessa pessoa,
mas não nos outros, que lhe parecem todos rivais,
isso não é amor...
É FALTA DE AMOR PRÓPRIO.

Se você acredita que sua vida fica vazia sem essa pessoa;
não consegue se imaginar sozinho e
mantém um relacionamento que já acabou só
porque não tem vida própria
- existe em função do outro -
isso não é amor...
É DEPENDÊNCIA.

Se você acha que o ser amado lhe pertence;
sente-se dono(a) e senhor(a) de sua vida e de seu corpo;
não lhe dá o direito de se expressar,
de ter escolhas, só para afirmar seu domínio,
isso não é amor...
É EGOÍSMO.

Se você não sente desejo;
não se realiza sexualmente;
prefere nem ter relações sexuais com essa pessoa,
porém sente algum prazer em estar ao lado dela,
isso não é amor...
É AMIZADE.

Se vocês discutem por qualquer motivo;
morrem de ciúmes um do outro e brigam por qualquer coisa;
nem sempre fazem os mesmos planos;
discordam em diversas situações;
não gostam de fazer as mesmas coisas ou ir aos mesmos lugares,
mas sexualmente combinam perfeitamente,
isso não é amor...
É DESEJO.

Se seu coração palpita mais forte;
o suor torna-se intenso;
sua temperatura sobe e desce vertiginosamente,
apenas em pensar na outra pessoa,
isso não é amor...
É PAIXÃO.

Agora, sabendo o que não é o amor,
fica mais fácil analisar,
verificar o que esta acontecendo e procurar resolver a situação.

Mesmo que a situação se confunda às vezes para você,
o correto é que avalie a "PRESENÇA" e a "AUSÊNCIA"
de seu par na sua vida e diante do resultado de seus sentimentos
irá perceber se algumas das situações acima são temporárias ou
caracterizam definitivamente seu tipo de relacionamento.

Porque a "convivência" faz com que o tempo transforme
o que é AMOR em ETERNIDADE.

__Alguém Disse__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 15 de maio de 2018

☜♡☞..VIAJANTES DO TEMPO..☜♡☞



Mais cedo ou mais tarde, todos nos iremos deste mundo.

Assim precisa acontecer a cada homem,
para que amanhã lhe seja dado caminhar pelos
jardins da Mansão da Eternidade.
Pois os trajes que hoje vestimos não resistem
à passagem dos anos.

E haveremos de trocá-los tantas vezes quantas sejam necessárias,
para acumular o aprendizado que nos falta.
Só então, seremos dignos de calçar as sandálias
que nos levarão ao Conhecimento.

É preciso aceitar esta verdade,
por mais que nos possa assustar.
Porque é apenas ao assumir a certeza da finitude,
que podemos avaliar a importância de cada momento que
transcorre em nossa vida.

Aceitar os nossos limites é a forma de entender a
amplitude do ilimitado;
reconhecer a certeza do fim é o que nos leva
ao conceito de Infinito;
aceitar a morte é que nos faz valorizar a Vida.

Como o viajante que respeita a extensão e
os perigos do deserto usa cuidadosamente
as gotas de água do seu cantil,
o homem que tem consciência da morte
aproveita mais cada instante de vida.

Usamos melhor as nossas moedas,
quando começamos a enxergar o fundo do baú;
respiramos mais fundo ao mergulhar;
desfrutamos mais dos encantos da paisagem quando
se aproxima o fim da jornada.

Sábio é aquele que não se inquieta com o que
lhe poderá trazer o futuro;
sensato é quem não se prende ao que ficou no passado.
Como a estrada é feita pedra a pedra,
a vida é vivida a cada momento.

Somos todos viajantes do tempo,
esta é a verdade.
Mas não nos cabe adiantar nem atrasar o seu ritmo;
como não nos é dado voltar sobre nossos passos.
É preciso seguir em frente, buscar novos caminhos.

E é em aproveitar a viagem, que está a sabedoria da Vida.
Porque, como ao viajante acontece,
cada nova manhã nos leva a novos lugares;
mais belos ou menos belos, mais seguros ou menos seguros.

Cada um deles, entretanto,
nos pode ensinar uma nova lição.
E não a aprenderemos,
se permanecermos presos ao que vivemos ontem;
ou se nos perdermos na esperança do que virá amanhã.

Somos todos viajantes do tempo; e,
embora a estrada se estenda pela Eternidade,
precisamos entender que ela é feita de etapas.
Para cada uma, existe um tempo certo;
e um traje adequado.

Somos todos viajantes do tempo.
E não nos devemos inquietar em demasia
com os acontecimentos de cada instante;
porque o tempo continuará a levar-nos e
amanhã estaremos em outra parada.

Somos todos viajantes do tempo;
e passaremos por diversas estações e diversas paisagens.
Tenhamos presente que as circunstâncias e
os lugares mudam sempre e nada levamos,
senão as lembranças.

Apenas nos cabe aproveitar cada momento da viagem.

__HASSAN__


☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 5 de maio de 2018

☜♡☞...O CAMINHO PARA A FELICIDADE...☜♡☞



Não devemos desperdiçar a nossa vida.

Mas, às vezes, assim acontece.
Porque nos esquecemos de nós,
perdidos naquilo que chamamos de luta pela vida.
Deixamos de viver, de sentir, de ser felizes;
esquecemos o sentido da Vida.

Perdemo-nos, em uma busca vã pela felicidade.
Como se ela pudesse estar ao nosso redor,
nas coisas e vitórias que conquistamos neste mundo;
como se aqui fôssemos ficar para sempre.

É assim que é.
Não existe um homem, neste mundo, que não deseje ser feliz;
o que varia são os caminhos que adotamos,
para encontrar a felicidade.
Na insensata procura, reside o nosso erro.

Porque não a poderemos encontrar,
senão dentro de nós mesmos.
O que nos fará felizes,
não são as coisas que desejamos ter; é, sim,
a consciência do que temos e quase nunca percebemos.

Ninguém pode comer a fruta que ainda não colheu;
nem beber do poço que ainda não escavou.
Sensato é o homem que aprecia a fruta do seu pomar
e a água do seu poço,
em vez de invejar o vizinho.

E este, sem dúvida, é o caminho para a felicidade:
amar as coisas que possuímos e
as pessoas que caminham ao nosso lado.
A lugar algum pode levar o desejo insensato,
senão à frustração.

Sempre sonharemos com novas conquistas.
Os sonhos são naturais no homem,
e nos fazem seguir em frente;
são eles que nos motivam,
que nos dão as asas de que precisamos para voar.

Entretanto,
mesmo a águia que sobrevoa as mais elevadas montanhas,
tem o seu ninho; é nele que repousa,
recupera as forças e se prepara para outros voos,
que a levarão ainda mais longe.

Tenhamos cuidado, portanto, com as nossas esperanças.
E não julguemos que a felicidade dependa de mais riquezas,
de novos amores, de outras conquistas.
É dentro de nós, que a podemos encontrar.

Procuremos conhecer o nosso verdadeiro Eu;
busquemos os seus braços, o seu amparo.
Deixemos que ele nos carregue em suas asas; e,
do alto do que realmente somos,
observemos a nossa vida.

Veremos, então,
quanto temos construído e semeado ao longo do caminho.
E agradeceremos por tudo que fizemos,
por tudo que recebemos;
e nos sentiremos felizes e gratos,
por tudo que temos.

Porque o caminho para a felicidade não é pedir,
mas agradecer; não é desejar, mas valorizar o que se tem.
Não é lutar desde o nascer do dia,
mas adormecer em paz com a própria consciência.

Felicidade não é ter, mas amar;
não é poder tudo, mas fazer com alegria;
não é ter pressa do futuro, nem lamentar o passado,
mas desfrutar do presente.
Sentir cada raio de sol, cada pingo de chuva.

Felicidade é viver!

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

quarta-feira, 25 de abril de 2018

☜♡☞..."É PROIBIDO"...☜♡☞



É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.

É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.

É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.

É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso,
só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.

É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.

É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.

É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

__PABLO NERUDA__

☜♡☞...☜♡☞...

"É EXPRESSAMENTE PROIBIDO VIVER A VIDA SEM AMAR!"

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

sábado, 14 de abril de 2018

☜♡☞..."SOMOS PÁSSAROS"...☜♡☞


Somos Pássaros
nessa tal de Vida !

Por vezes nos encontramos tristes
Sem forças para seguir
Sem céu para navegar
Sem asas para voar ...
A Vida sempre nos ensina
e tantas vezes com a dor ....
Temos que a força Re(começar) !

É preciso muita
calma

força e
perseverança
para não deixarmos
o cansaço nos vencer e
novos ventos alçar !

Cada um sabe do que lhe pesa
do que lhe dói
do que lhe mói
dos pesos que carregam nos ombros ...
Mas jamais ....jamais devemos nos perder
em nós e desacreditar num novo alvorecer .

É preciso muita paciência e muita sabedoria
Para bordar nossos dias em leveza .
É preciso muita força e muita fé em Deus
Para sentirmos a vida vibrar
com calmaria e poesia !

Somos pássaros...
E ainda que
nossos sonhos sejam roubados
nossos olhos estejam quebrados
nossa vida esteja amargada ...
Vamos remendar nossas asas .
Vamos remendar nossos sonhos .
Deixemos que renasçam em nós
a força de Deus
sempre com candura e realeza .
Sejamos fortaleza !

Sempre haverá um novo sol
e um novo céu dentro de nós ...
Quando curamos as feridas
e absorvemos com bravura
a maravilhosa Dádiva da Vida !

__PAULA MONTEIRO__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

terça-feira, 10 de abril de 2018

☜♡☞..."QUEM ME DERA"...☜♡☞


Quem dera eu aprendesse a viver cada dia
como se fosse o último.

O último para dizer “obrigada”.
O último para dizer “me desculpa”.
O último para dizer “eu te amo”.
O último para abraçar cada pessoa amada
com aquele abraço bom que faz um coração
cantar para o outro.
O último para apreciar a vida com o entusiasmo
que não guarda nenhuma delícia nem ternura pra depois.
O último para fazer as pazes.
Para desfazer enganos.
Para saborear com calma,
como se me servissem um banquete,
a preciosidade genuína que cada único
respiro humano representa.

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia
como se fosse o último.

O último pra esquecer tolices.
O último para ignorar o que, no fim das contas,
não tem a menor importância.
O último para rir até o coração dançar.
O último para chorar toda dor que não transbordou e
virou nódoa no tecido da vida.
O último para aprontar todas as artes que
a emoção quiser.
O último para ser útil
em toda circunstância que me for possível.
O último para não deixar
o tempo escoar inutilmente entre os dedos das horas.

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia
como se fosse o último.

O último para me maravilhar
diante de cada expressão da natureza
com o olhar demorado de quem olha pela primeira vez.
O último para ouvir aquela música que
acende sóis por toda a extensão da minha alma.
O último para ler, de novo,
o poema que diz tanto de mim que eu me sinto caber
nos olhos do poeta que o escreveu.
O último para desembaraçar os fios
emaranhados dos medos que me acompanham.

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia
como se fosse o último.

Eu não perderia uma chance para me presentear
com os agrados que me nutrem.
Eu criaria mais oportunidades para dizer o meu amor.
Para expressar a minha admiração.
Para destacar para cada pessoa a beleza singular que ela tem.
Para compartilhar.
Eu não adiaria delicadezas.
Não pouparia compreensão.
Não desperdiçaria energia com perigos imaginários e
com uma série de bobagens que só me afastam da vida.

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia
como se fosse o último,
porque, PODE SER...

__ANA JÁCOMO__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞